De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

O ouro português no Luxemburgo

© Clique para ampliar

Clique para ampliar Nesta última quadra natalícia, muitos dos residentes portugueses no Luxemburgo, quiseram agradar aos seus familiares com presentes de valor. A escolha tradicional para o fazer é, sem dúvida alguma, uma jóia em ouro.

Internacionalmente, o ouro português, é reconhecido como sendo dos mais valiosos. Este é um facto inegável e, para compreender um pouco melhor porquê, eis a explicação.

Qualquer uma jóia em ouro tem uma medida, equivalente à razão entre a massa de ouro e à massa total da peça, que multiplicada por 24, equivalem ao seu valor. Será legítimo dizer que, se tiver uma peça de 24 quilates, esta é em ouro puro (99% em ouro visto que nunca se pode dizer que tem 100%).

Nos tempos que correm, este ouro puro é cada vez mais raro e praticamente impossível de encontrar. Qualquer pessoa que queira obter uma jóia em ouro, será, na maior parte das vezes aqui no Luxemburgo, confrontada ao ouro de 18 quilates (também chamado ouro de 750 visto que contém 75% de ouro e 25% de outro metal) em ouriversarias « Luxemburguesas ».

Sabendo o « típico português » que o nosso ouro é dos mais valiosos, temos tendência a nos deslocar às nossas ouriversarias « portuguesas » para o encontrar. O ouro português contém 19,2 quilates (também chamado ouro 800 visto que contém 80% de ouro e apenas 20% de outro metal). Eis a razão pela qual o nosso ouro é mais valioso e daí, um pouco mais caro à compra que o ouro de 18 quilates.

De há algum tempo para cá, com a chegada da famosa crise actual, as ouriversarias viram-se confrontadas a uma baixa de rendimentos e tiveram que procurar alternativas. A solução encontrada foi vender ouro de 14 (também chamado ouro 585 visto que contém 58,5% de ouro) e, ouro de 9 quilates (ou ouro 375 pelos seus 37,5% de ouro).

Sendo a legislação imparcial na venda deste metal precioso, qualquer ouriversaria tem de expor em cada peça, os quilates que a mesma tem, junto com o preço o que, até aqui estamos todos de acordo, mesmo sabendo que o metal de 9, está muito aquém daquele nosso ouro de 19,2 do qual tanto nos orgulhamos.

Esta história decorreu nas últimas 2 semanas, em que, os meus sogros, de muito boa vontade, quiseram oferecer-me um fio em ouro para o Natal. Foram a uma ouriversaria « Luxemburguesa » e, para um fio de aproximadamente 6g, se depararam com preços na ordem dos 300€. Por esse preço, eles decidiram então deslocar-se a uma ouriversaria « portuguesa » e, sabiam que estaria mais ou menos no mesmo valor, queriam oferecer-me o fio em ouro português.

Na dita ouriversaria, quando se depararam com as peças e perguntaram ao empregado se era ouro português, este respondeu : «Sim, é ouro português de 9» (que na pronúncia mal se percebe). E, o mesmo fio, custaria 310€ com a medalha. Negócio feito!

O Natal passou, os meus sogros ofereceram-me o presente que me agradou imenso e, para o ano novo, tinha ido a Portugal. Lembrei-me de ir a uma ouriversaria perguntar se o fio seria mesmo em ouro de lei e, qual não foi o meu espanto quando me disseram que não. Disseram-me que o ouro é de apenas 9 quilates e que, em Portugal, é conhecido por ouro brasileiro. O valor dele era de aproximadamente 60€!

No momento a vontade era de saltar para o avião e correr à ouriversaria em questão para lhe fazer algumas perguntas mas, decidi esperar e, mal cheguei ao Luxemburgo, fui mais a minha esposa e o meu sogro pedir explicações ao empregado que lhe tinha vendido o fio.

Em primeiro lugar fui apenas eu e a minha esposa perguntar, para ver qual seria a reação dele, o valor da peça, para saber se ele me dizia a mesma coisa que em Portugal e ver que explicação tinha ele para vender uma peça a 310€ que, na realidade, valia 63€!

O que é certo é que, o empregado disse «ouro português de 9», o quilate foi bem dito. O que não é certo é que ele diga que é ouro português e, sobretudo, que tenha peças à venda de 9 quilates pelo preço da mesma jóia a 19,2!

Em Portugal, ou em qualquer lado do mundo onde se vende ouro português (19,2k), o preço de venda é de +/- 50-60€/g e, o preço a que as ouriversarias os compram de 25-30€/g (sabendo que o trabalho das jóias apenas conta na venda, à compra apenas o peso e os quilates (k) importam).

Quer isto dizer que, na ouriversaria onde foi comprado o fio, eles vendem o « ouro português de 9 » (que tal denominação nem sequer existe) ao preço do ouro português de lei (19,2) e, o verdadeiro ouro português, eles vendem-no a preços exorbitantes para que as pessoas, pelo preço, pensem que estão a compra-lo, sem terem qualquer noção de 9 ou 19 quilates.

Atenção visto que, segundo o empregado da mesma loja, neste último período de festas, disse que vendeu muitas peças destas! Não se deixem enganar por preços e, se for o caso, não hesite a pedir a cotação actual do ouro (que é pública) e faça as contas…

Saiba que ouro português é de 19,2 quilates! Tudo o resto é conversa…

Carlos Alves

[ Loja CR7 em Esch: Polémica chega a Portugal ]

[ Passagem de ano explosiva no Luxemburgo ]

[ Merkel reeleita presidente da CDU com resultado recorde ]