De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

O meu grito

Hoje, hoje apetece-me gritar de alegria de viver
E te dizer

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por ter nascido assim mesmo,
Nessa Eu com meu Alter ego bem palpável

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por teres me dado esse dom,
Da sensibilidade e da maluquice

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por eu sempre me levantar, mesmo nos dias de chuva
E ver o sol na chuva aparente

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por me fazeres sorrir todos os dias
E fazer desse meu sorriso o sol dos outros

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por eu sempre arranjar armas para combater o impossível
E para saber desistir quando o é vital

Obrigada a ti, mãe Natureza
Pela dádiva de ser mãe
E pela aprendizagem do lutar por essa minha princesa a cada momento

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por me teres tornado nessa pessoa de hoje
Essa Mulher com M maiúscula que sabe o que quer e o que não quer
E que grita, sorri e chora

Obrigada a ti, mãe Natureza
Por simplesmente me deixares ser Eu mesma
E ser essa que sorri à vida nos bons e nos maus momentos
E ser essa que abraça a vida de sorriso nos lábios todos os dias

Um grande obrigada, mãe Natureza
Por me fazeres ver toda a beleza por esse mundo fora!
Porque assim sou Eu e não quero ser nenhuma outra!

BV 05.06.2018