De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

“O Benfica vai jogar o triplo”

O treinador Jorge Jesus afirmou esta segunda-feira que o Benfica vai formar “uma grande equipa” de futebol, para “arrasar” em todas as competições em que participar e que “não vai jogar o dobro, mas sim o triplo”.

“Temos todas as condições para fazer uma equipa muito forte. A estrutura do futebol, comandada pelo presidente, vai reunir um leque de jogadores, juntamente com os que já cá estão, e vamos fazer uma grande equipa”, afirmou Jorge Jesus, na apresentação como novo treinador dos ‘encarnados’, numa conferência de imprensa com direito a 10 perguntas e somente para os canais de televisão presentes.

Neste regresso ao clube da Luz, que comandou entre 2009 e 2015, Jesus recorreu a uma expressão que utilizou na primeira passagem pelo Benfica, embora agora com uma diferença: “Não vamos jogar o dobro, vamos jogar o triplo.”

O técnico revelou que a construção do plantel para a época 2020/21 está em andamento e mostrou-se confiante de que o Benfica vai “ter capacidade para entusiasmar os grandes jogadores, bons jogadores na Europa”, embora não tenha revelado quais os nomes equacionados para reforçar os ‘encarnados’.

“Sabemos os alvos que queremos, sabemos até onde podemos chegar e temos de ter consciência dos jogadores que podemos contratar. O Benfica tem um leque de jogadores com muito valor e, com a ajuda de outros, vamos fazer uma grande equipa e vamos arrasar”, vincou.

Assumindo ser um treinador diferente de há cinco anos, quando deixou o Benfica para rumar ao Sporting, Jesus diz ser “mais treinador do que nessa altura” e com um estatuto diferente, particularmente depois de ter vencido seis troféus pelo Flamengo, em pouco mais de um ano.

“Queremos ganhar tudo. Não estou habituado a ganhar só um campeonato. Queremos chegar a títulos internacionais e é para isso que vamos trabalhar. Prometemos confiança, compromisso e com adeptos unidos por uma causa, que se chama Benfica e não Jorge Jesus. Sou treinador de futebol, não sou treinador de nenhuma equipa. Em todas as equipas trabalho com convicção, paixão, amor e morro por elas”, disse.

Apesar das ambições europeias do Benfica, Jorge Jesus ressalvou que “o primeiro grande objetivo é o campeonato nacional”, ainda que considerando que as ‘águias’ podem “ambicionar mais títulos para além dos títulos nacionais”.

Jorge Jesus, de 66 anos, está de regresso ao clube da Luz cinco anos depois de ter saído para o Sporting, tendo sido técnico principal do Benfica entre 2009/10 e 2014/15, período em que conquistou 10 títulos, nomeadamente três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e Sporting de Braga, antes de chegar à Luz.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos ‘encarnados’, que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado ainda pelo Al-Hilal antes de chegar ao Flamengo, no qual arrecadou seis troféus em pouco mais de um ano, entre os quais o campeonato brasileiro e a Taça Libertadores.