De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Executivo contempla Secretaria de Estado para a Integração e as Migrações

O novo executivo inclui uma Secretaria de Estado para a Integração e as Migrações, uma novidade sob a tutela de Mariana Vieira da Silva, que fica como ministra de Estado e da Presidência, com dois novos secretários de Estado.

Cláudia Pereira é a pessoa que se segue à frente desta nova pasta, sendo licenciada e doutorada em antropologia, com trabalho feito tanto nas áreas da emigração como da imigração, tendo sido coordenadora executiva do Observatório da Emigração, além de ter feito parte de várias redes de investigadores de migrações. De acordo com a sua informação curricular, tem também colaborado como especialista de migrações em projetos de capacitação de governos de países de fora da Europa.

Além desta novidade, a equipa de Mariana Vieira da Silva vê o secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro, sair, uma vez que a parte da modernização administrativa transita agora para o novo Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública.

Por outro lado, sai também Tiago Antunes de secretário de Estado da Presidência de Conselho de Ministros para dar lugar a André Moz Caldas, que esteve até agora à frente do conselho de administração do Organismo de Produção Artística (OPART), depois de ter sido chefe de gabinete do ministro das Finanças, Mário Centeno, no anterior governo.

Por último, Rosa Monteiro mantém-se como secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

O primeiro-ministro indigitado, António Costa, apresentou esta segunda-feira ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, uma equipa de 50 secretários de Estado para o XXII Governo Constitucional.