De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Nas entranhas

nas entranhas do teu útero, eu
olhos fechados, pensamento às escuras

fecha todas as janelas

– escuridão, mais escuridão

que sejas tu, pelos teus pés
e despida de sombras
a vir ao meu encontro

este poema
não é um chamamento, luz
– sou eu a chamar-te

_____
dm

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.