De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Naqueles dias em Babilónia

naqueles dias os banquetes sucediam-se, eram lautos
mas eu apenas bebia o vinho da tua nudez
naqueles dias sempre pedras e ouro te adornavam
as mulheres todas te invejavam
mas eras tu que mais maravilhavas, resplandecias
os jardins eram abundantes, luxuriantes
mas eu apenas contemplava as duas rosas suspensas no teu corpo
naqueles dias toda a cidade aguardava ansiosa a vinda dos viajantes
os óleos e as especiarias que traziam
mas eu apenas almejava a canela dos teus beijos
naqueles dias os astrónomos descobriam astros, corpos celestes
mas o centro do universo eras tu
os profetas anunciavam deuses
mas a única e verdadeira deusa eras tu
naqueles dias mil pensamentos me tentavam
mas eu só em ti pensava, só em ti pensava
naqueles dias eras a mais bela das mulheres
todos os poetas te cantavam, todos
mas só eu, mulher sempre amada,
mas só eu não deixei morrer a tua beleza

dm