De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Música da Revolução dos Cravos em Leipzig

Um grupo de estudantes da Escola Superior de Música e Teatro da Universidade de Leipzig vai conduzir o público alemão numa “viagem através da música e poesia no contexto da Revolução dos Cravos”.

O concerto, marcado para 25 de abril na Biblioteca Municipal de Leipzig, tem, no programa, composições de José Afonso, mas também de Luís de Freitas Branco ou Fernando Lopes-Graça.

Manuel Durão, compositor e professor na Escola Superior de Música e Teatro de Leipzig, revela que este é já o terceiro concerto de repertório português que tem lugar nesta cidade alemã, mas é a primeira vez que decorre no 25 de Abril.

“A ideia surgiu porque o grupo de portugueses a estudar aqui em Leipzig tem vindo a aumentar, este ano são cerca de 20 alunos. Se compararmos com outras nacionalidades, por exemplo, com a espanhola, a percentagem é muito superior. É um grupo bastante grande espalhado por diferentes cursos e diferentes instrumentos, o que permite uma grande variedade de repertório a apresentar uma vez por ano”, explicou Manuel Durão, em declarações à agência Lusa.

Este ano é “especial”, refere, já que se assinalam os 45 anos da revolução de 25 de Abril de 1974 e 30 anos da queda do muro de Berlim, a 09 de novembro de 1989.

“Vamos ter canções de Zeca Afonso que foram arranjadas para o grupo de músicos portugueses que estuda aqui na escola. Além disso, haverá também repertório português que estes músicos têm preparado ao longo do ano letivo. Vai ser um programa com música ligeira de Zeca Afonso, mas também música do modernismo português, com Luís de Freitas Branco, Joly Braga Santos, Fernando Lopes-Graça…, os nomes da música clássica portuguesa”, descreve Manuel Durão.

As peças serão tocadas pelos alunos portugueses com algumas colaborações de estudantes alemães, espanhóis e italianos.

“Vai ser tocado o concerto para orquestra de cordas do Joly Braga Santos e, para isso, os estudantes portugueses não são suficientes, faltam alguns instrumentos, e por isso haverá a ajuda de outros colegas”, conta o professor e compositor português.

“Haverá também a contribuição de um membro da Associação Luso-Alemã, um senhor que era oboísta na orquestra e que está reformado, mas o amor por Portugal e pela língua portuguesa vai trazê-lo aqui a Leipzig para participar no concerto”, acrescenta.

Manuel Durão espera que, tal como nos outros concertos, a sala da biblioteca, com 250 lugares, tenha lotação esgotada.

“Nos últimos anos, a sala tem estado completamente cheia e há pessoas que nem encontram lugar. A biblioteca, em Leipzig, é um sítio muito conhecido na cidade e atrai sempre um público base, pessoas de todas as idades, mas também estudantes de língua portuguesa e o público em geral. É fantástico ver a sala cheia de gente curiosa para ouvir música portuguesa”, sublinha o professor da Escola Superior de Música e Teatro da Universidade de Leipzig desde 2013.

Manuel Durão destaca o “esforço muito grande de internacionalização com base no programa Erasmus” que a escola tem feito nos últimos anos, resultando num maior número de alunos portugueses.

“Tem ligações às escolas de Lisboa e do Porto e faz um intercâmbio muito intensivo, não só com alunos, mas também com professores. E penso que também é um passa-palavra, quando alguém gosta acaba por comentar. É uma espécie de ‘propaganda oral’”, refere o compositor português, que começou o seu percurso profissional em Leipzig, precisamente como aluno de Erasmus.

O concerto é uma iniciativa da Associação Luso-Alemã com o apoio do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal.

“Música de Abril – Uma viagem através da Música e Poesia de Portugal” começa às 19:00, na Biblioteca Municipal de Leipzig.