De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Médica portuguesa recebe prémio internacional de oncologia

A investigadora e médica oncologista Fátima Cardoso, direcora da Unidade de Mama do Centro Clínico Champalimaud, foi distinguida com um prémio atribuído pela Escola Europeia de Oncologia (EEO) e pela Aliança Global pelo Cancro da Mama Avançado. Trata-se de um reconhecimento pelo trabalho da especialista que “foi fundamental para estabelecer as conferências bienais do cancro da mama avançado”, refere o comunicado da EEO que destaca o facto de Fátima Cardoso ter sido, mais tarde, responsável pelo lançamento da Aliança Global pelo Cancro da Mama Avançado (ABC Global Alliance).

Fátima Cardoso vai receber este prémio num “reconhecimento da sua visão da importância do cancro da mama avançado e por lançar uma Aliança Global contra este cancro”, refere o comunicado. A verdade é que o trabalho da médica portuguesa, com 53 anos, começou muito antes do lançamento da Aliança Global que agora retribui a sua dedicação com a atribuição deste prémio. A primeira conferência bienal do cancro da mama avançado realizou-se em 2011, em Lisboa, e Fátima Cardoso teve papel fundamental nesta iniciativa.

Em 2016, Fátima Cardoso lançou a Aliança Global pelo Cancro da Mama Avançado em Paris para continuar o trabalho das conferências. “Desde então, o número de membros tem vindo a crescer e atualmente existem 177 membros, entre instituições científicas, associações de doentes, indivíduos e empresas, em 84 países em todo o mundo e, em 2020, passará de uma iniciativa para uma organização independente, sendo a Escola Europeia de Oncologia um membro importante”, refere o comunicado.

O prémio será entregue no próximo dia 14 de novembro, numa cerimónia integrada na conferência internacional sobre cancro da mama que vai decorrer de 14 a 16 de Novembro no Centro de Congressos de Lisboa.

#portugalpositivo