De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Marcas portuguesas integram Feira do Livro de Frankfurt

Portugal vai integrar a 71.ª edição da Feira do Livro de Frankfurt, que começa esta quarta-feira, com “mais de 40 marcas nacionais” distribuídas por 120 metros quadrados, numa presença que “se tem mantido estável” nos últimos anos.

O secretário-geral da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), Bruno Pires Pacheco, sublinha à agência Lusa que a APEL tem mantido “uma presença regular naquela que continua a ser o mais importante (e maior) evento mundial do mercado editorial”.

É na Feira do Livro de Frankfurt, acrescenta, “onde se mostra o que de melhor e mais atual se faz no panorama da edição portuguesa.”

“Neste espaço têm estado representadas as principais editoras nacionais, agências de autores, empresas da indústria gráfica e a Direção Geral do Livro, Bibliotecas e Arquivos (DGLAB) que promove e divulga os programas de apoio à tradução de obras de autores portugueses e que este ano traz uma exposição de doze com ilustrações do guia ‘Ler e Ver Lisboa’, cedidas pela Embaixada de Portugal em Berlim”, adianta Bruno Pires Pacheco.

Este ano, são mais de 40 marcas nacionais, uma presença que “se tem mantido estável em dimensão e em participantes nos últimos cinco anos.”

Portugal edita cerca de 19 mil títulos novos cada ano, revela o secretário-geral da APEL, que “tem orientado o desenvolvimento da sua atividade internacional tendo por objetivo a promoção do livro e dos autores portugueses, enquanto veículos promotores da indústria cultural e editorial”.

A edição deste ano tem a Noruega como país convidado com a princesa Mette-Marit a liderar uma comitiva de escritores como Karl Ove Knausgaard, Jo Nesbo ou Jon Fosse.

A Feira do Livro de Frankfurt é a maior do setor editorial com mais de 7.500 expositores de 109 países, cerca de quatro mil eventos e 10 mil jornalistas e ‘bloggers’ credenciados. Começa esta quarta-feira e prolonga-se até dia domingo.