De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Mais de 30 presépios originais para ver em Estremoz

Imagem ilustrativa

Uma exposição com cerca de 30 presépios, feitos em diferentes materiais, de 18 artesãos do concelho de Estremoz, vai abrir no sábado na Galeria Municipal D. Dinis, divulgou esta sexta-feira a câmara municipal.

Trata-se da 13.ª edição da exposição “Presépios de Artesãos de Estremoz”, no distrito de Évora, que pode ser visitada de terça-feira a sábado, até ao dia 11 de janeiro de 2020.

A mostra, considerada pelos promotores como “uma referência no Alentejo”, é organizada pela Câmara Municipal de Estremoz, através do Museu Municipal Professor Joaquim Vermelho, com entrada gratuita.

A iniciativa inclui trabalhos dos artesãos Afonso Ginja, António Moreira, Duarte Catela, Fátima Lopes, Francisca Carreiras, Irmãs Flores, Isabel Pires, Jorge da Conceição, Jorge Carrapiço e José Carlos Rodrigues.

José Vinagre, Maria José Camões, Pedro Cravo, Perfeito dos Santos Neves, Ricardo Fonseca, Sara Sapateiro, Susana Cunha e Válter Cavaco são outros artesãos que apresentam trabalhos.

Esta mostra, que conta com a participação de vários barristas de Estremoz, abre no dia em que se celebram dois anos da classificação da produção dos bonecos de Estremoz, em barro, como Património da Humanidade, pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, com uma sessão solene e outras iniciativas na cidade alentejana, segundo o município.

A “Produção de Figurado em Barro de Estremoz”, vulgarmente conhecida como bonecos de Estremoz, foi classificada como Património Cultural Imaterial da Humanidade em 07 de dezembro de 2017, na sequência de uma candidatura apresentada pelo município.

Também em Estremoz, a exposição “Presépios de Natal” vai ser inaugurada no domingo, às 15h00, na sede da União das Freguesias de Estremoz (Santa Maria e Santo André).

Segundo a câmara municipal, a mostra, que pode ser visitada até ao dia 06 de janeiro de 2020, inclui cerca de uma centena de presépios particulares, de “todos os tamanhos, com todo o tipo de materiais”.