De que está à procura ?

Comunidades

Mãe de Maëlys Araújo: sinto-me culpada por não ter protegido a minha filha

Todas as televisões francesas começam a interessar de novo ao caso do desaparecimento da lusodescendente Maëlys Araújo, a menina que desapareceu em agosto de 2017 durante um casamento, na noite de 26 para 27 de agosto.

Em entrevista ao canal de notícias BFMTV, Jennifer, mãe da menina, declarou que se sente culpada pelo desaparecimento e morte da menina. “Tinha-lhe prometido que a protegia dos maus e falhei”, diz a mãe de Maëlys.

A mãe da menina espera que o acusado do crime, Nordahl Lelandais, que já confessou ter raptado a menina, seja condenado “para não fazer mal de novo a ninguém”, disse Jennifer, acrescentando que pede desculpa à filha desaparecida todos os dias.

"J'avais promis à ma fille que je la protègerais des méchants": la mère de Maëlys témoigne sur BFMTV

🗨 "J'avais promis à ma fille que je la protègerais des méchants"L'émotion de la mère de Maëlys sur @BFMTV à quelques jours de l'ouverture du procès de Nordahl Lelandais

Posted by BFMTV on Wednesday, January 26, 2022

A mãe de Maëlys e o pai separaram-se porque “o casamento de ambos não resistiu ao drama do desaparecimento da criança.

A televisão francesa TF1 dedicou um inquérito especial sobre Maëlys Araújo, a menina lusodescendente que, na noite de 26 para 27 de agosto de 2017, desapareceu durante um casamento onde estava com os pais e a irmã mais velha.

Joaquim Araújo, o pai de Maëlys, mostrou à TF1 as imagens da sua filha de férias em Portugal. “Gostava de bicicleta, piscina e os animais” diz o pai comovido numa entrevista única com a mãe da menina, Jennifer (na foto acima).

O português recorda que Nordahl Lelandais, condenado pelo rapto da menina, foi “convidado de última hora, a quem os noivos disseram para vir mais tarde”.

Depois do jantar Maëlys pede para ir ver os cães de um amigo. Jennifer pergunta quem é o amigo e a menina diz que era o tal convidado de úiltima hora, Nordahl Lelandais.

A emissão da TF1 fez ainda uma entrevista à baby-sitter do casamento, Céline, que conta que “Maëlys não conhecia os outros miúdos. Tímida, falei com ela e acabou por passar quase toda a tarde junto a mim”.

Já passa da meia-noite quando a baby-sitter, cansada, pede para ir embora. Um aviso foi feito pelo DJ para que os pais venham buscar as crianças.

Maëlys perguntou aos pai “se podia dançar e foi a última vez que a vi”, diz Joaquim (na foto abaixo). A mãe diz que antes desse momento, a miúda tinha provado um pedaço de bolo, de que Maëlys não gostou, antes de se dirigir até à pista de dança. “Se soubesse que era a última vez que a ia ver, tinha abraçado tanto a minha filha”, confessa Jennifer.

Veja aqui a reportagem completa da TF1.

TÓPICOS