De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Luxemburgo: portuense representa Portugal na Primavera dos Poetas

A 14ª edição do Printemps des Poètes (Primavera dos Poetas em português), evento regular no Luxemburgo, acontece este ano de 24 a 26 de setembro de 2021 e reunirá nove poetas de vários países.

Rui Lage, nascido no Porto em 1975, representa Portugal com os seus poemas. Além de poeta, romancista, ensaísta e dramaturgo, Lage é ainda tradutor, tendo traduzido livros de Paul Auster, Pablo Neruda, Samuel Becket e Carl Sagan.

Autor de sete coleções de poesia publicadas entre 2002 e 2016, entre as quais Estrada nacional, duas vezes atribuída (Prémio Literário da Fundação Inês de Castro e Prémio Ruy Belo 2016/2017), em 2018, o seu primeiro romance, “O Invisível”, editado pela Gradiva, conquistou duas distinções: Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís 2017 e Prémio Autores 2019 da Sociedade Portuguesa de Autores para melhor livro de ficção narrativa. Rui Lage é também autor de livros infantis.

Doutor em Letras pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, foi investigador e professor universitário, antes de ingressar no Parlamento Europeu (Bruxelas) como responsável pelas áreas do Trabalho e dos Assuntos Sociais. Foi eleito para a Assembleia Municipal do Porto e é membro do Departamento de Cultura da Câmara Municipal daquela mesma cidade.

Leia aqui um dos poemas de Rui Lage:

 

QUANDO O SOMBRIO CORPO SE TIVER AFASTADO II

 

Quando o sombrio corpo se tiver

afastado, o espírito voará desamarrado

como um vento que sopra onde quer,

um vapor, um solvente digital

sem conduta ou recipiente?

 

Quando o sombrio corpo se tiver

afastado, levará com ele o tumulto

e a confusão? O recato

e a recordação? Haverá uma luz,

um corpo espiritual

em qubits computado?

 

Quando o sombrio corpo se tiver

afastado, e o espírito desancorado

navegar de cloud em cloud,

o que ficará a ser pensado

na casa vazia do servidor?