De que está à procura ?

Desporto

Liga das Nações: Portugal goleia Suíça em jogo de sentido único

© Lusa

Portugal recebeu e goleou este domingo, em Alvalade, a seleção da Suíça, por 4-0, num encontro a contar para a segunda jornada do Grupo 2 da Liga das Nações. William, Ronaldo (bis) e Cancelo inscreveram o nome na lista de marcadores. Bernardo Silva saltou do banco para dar espetáculo.

Os suíços entraram em campo com vontade de surpreender a equipa portuguesa, dominaram durante os primeiros minutos e viram Haris Seferovic, avançado do Benfica, bater Rui Patrício à passagem do minuto 06. No entanto, o árbitro israelita Orel Tsvika Grinfeeld foi chamado pelo VAR para analisar o lance e acabou por anular a vantagem devido a uma mão na bola do central Fabian Schär.

Após o primeiro susto, Portugal tomou as rédeas do jogo e não mais tirou o pé do acelerador.

Aos 15 minutos Otávio sofreu falta à entrada da área da Suíça, Ronaldo bateu diretamente à baliza e, na sequência de uma intervenção incompleta do guarda-redes Gregor Kobel, William Carvalho empurrou a bola para o fundo das redes.

Inaugurado o marcador, o conjunto liderado por Fernando Santos continuou a acumular oportunidades. Diogo Jota esteve muito perto do segundo aos 29′, mas levou os adeptos à loucura quando, dentro da área e em boa posição para finalizar, tocou para o lado à procura de um colega que não chegou a tempo.

Dois minutos depois, o suíço Shaqiri também tentou a sua sorte mas Rui Patrício resolveu o lance com segurança.

Aos 33′, CR7 saltou mais alto do que o seu oponente direto e, de peito, amorteceu a bola para Otávio, que chutou ao lado do ferro.

A oportunidade falhada pelo centro-campista do Futebol Clube do Porto foi apenas mais um aviso para Kobel, que logo aos 35′ viria a sofrer o segundo. O capitão português respondeu da melhor forma ao passe de Jota e desferiu um potente remate que só parou do outro lado da linha de golo.

Quase que sem descanso, os suíços bem tentaram alterar o rumo da partida, mas Pepe, aos 38 minutos, enviou a bola ao poste e Ronaldo, aos 40′, voltou a dizer “presente” ao colocar o marcador em 3-0.

Depois do intervalo, a equipa de Murat Yakin tomou uma posição mais agressiva, partindo-se entre o ataque e a defesa, mas viu a dupla de centrais lusos negar todas as incursões ofensivas.

Aos 59′ Ronaldo voltou a mostrar a sua veia goleadora mas o hat-trick foi-lhe negado por fora de jogo.

Dez minutos depois, maldade do recém-entrado Bernardo Silva no flanco direito, a isolar o colega de equipa João Cancelo que driblou o guarda-redes com mestria e encostou para o 4-0 num golo de fazer levantar o estádio.

Aos 79′, os ânimos exaltaram-se devido a uma entrada duríssima de Breel Embolo sobre Palhinha, mas o juiz rapidamente resolveu a contenda com um cartão amarelo.

Grinfeeld, aos 82′, ainda apontou para a marca dos onze metros, mas o VAR voltou a intervir, fazendo com que o israelita revertesse a decisão. CR7 bateu com perigo mas desta vez Kobel esteve à altura e defendeu para canto.

Neste encontro relativo à segunda jornada do Grupo 2 da Liga das Nações, em que a “manita” esteve sempre mais perto que a redução da vantagem, marcaram presença 42.325 espectadores.

A próxima partida da equipa das quinas está agendada para quinta-feira, dia 9 de junho, novamente em Alvalade, frente à República Checa, que também este domingo jogou contra Espanha, empatando a dois golos.

Portugal lidera o Grupo 2 com os mesmos quatro pontos da segunda classificada República Checa, ao passo que Espanha segue em terceiro e a Suíça em quarto, com dois e zero pontos, respetivamente.

#portugalpositivo

TÓPICOS