De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Desporto

Jesus declara-se ao futebol brasileiro

Jorge Jesus, treinador do Benfica, admitiu esta semana que parte do sucesso que teve no comando técnico do Flamengo se deveu à paixão que desde jovem tem pelo futebol brasileiro e elogiou os jogadores ‘canarinhos’.

Numa conferência sobre “A gestão humanizada do futebol”, Jorge Jesus recordou a sua passagem pelo comando técnico do Flamengo, onde esteve em 2019 e 2020 e onde conquistou o Brasilerão e Taça dos Libertadores, assumindo que parte do sucesso que teve em terras de Vera Cruz começou quando ainda era jovem.

“Antes de chegar ao Flamengo já era um apaixonado pelo futebol brasileiro. Já na altura era apaixonado pelas seleções brasileiras, pelos jogadores brasileiros e Pelé, o exemplo máximo do jogador brasileiro”, disse Jesus.

Outro aspeto que Jorge Jesus considerou determinante para as conquistas no Flamengo foi o talento dos jogadores que teve no seu grupo.

“O jogador brasileiro é talentoso, gosta de aprender e trabalha com alegria. Aprendi isso com eles. Eles gostam de aprender para além do que é o conhecimento deles sobre o treino e depois demonstram gratidão por serem ensinados”, contou o treinador português, que revelou que o carinho que lhe foi dado foi algo “inédito” na sua carreira.

“Não estava habituado à forma como eles me trataram. Nunca tinha sentido algo assim, como senti naqueles 13 meses no Brasil”, relembrou Jorge Jesus.

Sobre o Benfica, que não foi tema nesta conferência, Jorge Jesus deixou escapar que só aceitou ser palestrante porque a sessão se realizou na sua casa, o Estádio da Luz, onde espera ter muitas conquistas esta época.

“Aceitei falar nesta conferência porque estou na minha casa, o Estádio da Luz. Não falo em público sobre futebol e hoje abro uma exceção porque estou em casa. Estamos a ouvir a águia e este ano espero que ela voe bem alto e muitas vezes”, desejou o técnico do Benfica, que atualmente lidera a liga portuguesa

O Estádio da Luz, em Lisboa, recebe nos hoje e quarta-feira a primeira edição do Global Football Management, em dois dias dedicados ao “Futuro da gestão humanizada do Futebol”, com a participação de vários oradores dedicados a discutir os desafios atuais e futuro da modalidade, assim como as mudanças regulamentares esperadas.