De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Ideias para aproveitar o tempo de reclusão em casa

Partilho aqui algumas ideias para o aproveitamento do tempo de clausura durante o estado de emergência e reclusão em casa.

O surto de corona vírus tornou uma percentagem significativa dos habitantes do nosso planeta bastante mais pobres, mesmo que muitos de nós ainda não o tenhamos sentido na carteira (a clara maioria dos ativos mobiliários no mercado internacional desvalorizaram expressivamente nas ultimas semanas, os ativos imobiliários deverão desvalorizar muito em breve e os salários também deverão reduzir-se de forma visível nos próximos meses). Sem saber como, estamos a sofrer efeitos semelhantes a uma grande guerra à escala mundial com um inimigo invisível chamado corona vírus.

Certos setores de atividade terão decréscimos imensos durante o período de emergência (aviação, hotelaria, viagens, fabrico e o comercio de bens não essenciais, …), alguns dos quais estão/ irão fazer downsizings de uma % expressiva da força laboral e cuja retoma deverá demorar vários meses ou mesmo anos.

De acordo coma minha experiência de 18 anos de headhunting e dos últimos 10 anos como Consultor de Executivos em processos de procura/ mudança de emprego em Portugal + Estrangeiro (Europa, África, Golfo Arábico), vêm-me algumas ideias:

  1. Muitos dos profissionais devem aproveitar as próximas semanas de clausura para repensar as suas vidas e carreiras e nos negócios ou áreas de atividade onde se encontram presentemente (o que é espetável que se altere e por quanto tempo, como poderei acrescentar mais e mais valor, devo equacionar mudar de negócio ou empresa, cidade ou país)
  2. Mal amaine o surto e possamos começar a voltar a vida normal (provavelmente no início de Maio ‘20), haverá muitos negócios que irão emagrecer expressivamente, outros terão que ser reposicionados e muitos deles irão precisar de profissionais com outras competências para alguns dos postos chave (esperam-se processos de downsizings/ rightsizings e muitas fusões e aquisições de empresas dos mais diversos setores de atividade, liderados em larga escala por fundos de reestruturação e de Private Equity, que é espectável que ganhem um ainda maior protagonismo nos tempos que se avizinham).
  3. Haverá muitos profissionais que terão que mudar de setor de atividade ou de empresa, dado que os seus atuais negócios encolheram expressivamente. Aqueles que o fizerem, deverão equacionar oferecerem-se a empresas com bom potencial de crescimento e/ou que satisfaçam novas necessidades na população.
  4. É critico interiorizarmos que a maioria de nós terá de trabalhar mais e com maior produtividade nos próximos tempos e deverá investir uma parte considerável do seu tempo no incremento da sua empregabilidade (o que é que eu sei fazer que tem valor de mercado, como é que eu me diferencio positivamente, …), dado que é expetável que a taxa de desemprego aumente consideravelmente.
  5. Para o aumento da nossa empregabilidade, poderemos pesquisar na web artigos e livros de profissionais que venceram recentemente nas nossas áreas de expertise e sobre as áreas onde pretendemos aprofundar os conhecimentos e que tenham valor no mercado, devemos aumentar consideravelmente o nosso networking com profissionais que poderão ser nossos futuros clientes/ fornecedores/ parceiros de negócios (no imediato através do Linkedin e posteriormente de forma presencial), e mal possamos voltar à vida normal, procurarmos começar a conviver e realizar trabalhos conjuntos com profissionais de referencia nas áreas onde nos queremos destacar.

Quaisquer dúvidas especificas, terei muito gosto em responder-lhes por Telefone ou WhatsApp num dos próximos dias, sem quaisquer custos, idealmente entre as 18.00 e as 19.30, de segunda-feira a domingo, enquanto vigorar o estado de emergência em Portugal. É só LIGAREM!

 

Jorge M. Fonseca

Partner

GEORGE  Career Change Consultants

Mobile/WhatsApp: (+351)961355424

Email:  jorge.fonseca@george.pt

www.george.pt

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.