De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Há mais de 400 mil desempregados em Portugal

No mês de dezembro de 2020, o desemprego registado aumentou em todas as regiões de Portugal.

O número de desempregados inscritos nos centros de emprego voltou a aumentar face ao mês anterior, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Em dezembro havia 402.254 desempregados inscritos, acima dos 398.287 em novembro. “No fim do mês de dezembro de 2020, estavam registados, nos Serviços de Emprego do Continente e Regiões Autónomas, 402 254 indivíduos desempregados, número que representa 69,0% de um total de 582.926 pedidos de emprego”, pode ler-se no comunicado do IEFP.

O total de desempregados registados no país foi superior ao verificado no mesmo mês de 2019 (+91.772 ; +29,6%) e face ao mês anterior (+3.967 ; +1,0%).

Para o aumento do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2019, variação absoluta, contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para as mulheres, adultos com idade igual ou superior a 25 anos, os inscritos há menos de um ano, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o secundário, segundo informação do IEFP e da George Career Change Consultants.

A nível regional, no mês de dezembro de 2020, o desemprego registado aumentou em todas as regiões portuguesas. Dos aumentos homólogos, o mais pronunciado deu-se na região do Algarve (+60,8%), seguido de Lisboa e Vale do Tejo (+41,1%) e da região da Madeira com +31,3%.