De que está à procura ?

Europa

Governo russo: oferta de Kamov à Ucrânia desacredita Portugal

© DR

Moscovo apela a Portugal para que não envie helicópteros russos Kamov para a Ucrânia. Segundo o site MIL.IN.UA, o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa manifestou-se sobre o assunto.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa, reage à decisão de Portugal de transferir seis helicópteros russos de combate a incêndios para a Ucrânia “em violação da obrigação dada durante a compra do equipamento”.

A Rússia diz que Lisboa não tem o direito de transferir helicópteros de fabrico russa para ninguém sem o consentimento do país fabricante.

“A Rússia não deu o seu consentimento para tal transferência, especialmente porque Lisboa está a transferir helicópteros russos que não são para fins de combate a incêndios. Apelamos a Portugal para que reconsidere, que se abstenha de medidas que desacreditem completamente o país como parceiro de negociação e risquem as páginas da nossa cooperação mutuamente benéfica e anteriormente mutuamente respeitosa”, disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo no comunicado.

Mais de 140 desses helicópteros foram construídas e cerca de metade delas são usados fora da Rússia.

Os helicópteros em questão, o modelo Ka-32A11VS, é certificado nos países da União Europeia, assim como no Chile, México, Coreia do Sul, Canadá, Austrália e outros países. Helicópteros Ka-32, nas suas várias versões, operam em Espanha, Portugal, Colômbia, Suíça, Japão, China, Brasil e Taiwan.

TÓPICOS