De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Fortalezas de Portugal

Embora algumas fortalezas estejam destruídas devido à inutilização e erosão marítima, vamos encontrar ainda em Portugal, Açores e Madeira excelentes vestígios da história portuguesa. Outrora, as fortalezas estavam equipadas com baterias terrestres com o objetivo de defender locais ou regiões contra ataques de piratas, corsários e exércitos inimigos. Estas eram construídas essencialmente junto à costa e rios.

Estas fortalezas construídas em diferentes épocas, põem à vista algumas técnicas de construção, formas ou plantas e técnicas de defesa. No interior de algumas fortalezas portuguesas encontram-se ainda canhões, vestígios da existência de guaritas e capelas.

Apesar da maioria deste tipo de monumento nacional, ter sofrido enormes danos, algumas fortalezas foram reconstruídas por completo ou parcialmente. Nalgumas fortalezas surgiram cafés e restaurantes ou tornaram-se miradouros turísticos.

As fortalezas apresentam uma arquitetura militar, com muralhas e parapeitos. No fundo, são palcos ideais para a realização de filmes, vídeo-clips, documentários e pequenas festas. Mas só no caso destes monumentos terem uma estrutura resistente para suportar o peso de pessoas e objetos.

Neste tipo de monumento, o visitante pode apreciar as excelentes vistas para praias, Oceano Atlântico, rios, campos e localidades. Os visitantes têm aqui a oportunidade de observar o horizonte, sentir o vento, chuva e sol. Pois a maioria destes monumentos são fáceis de serem encontrados na paisagem portuguesa, assim como existem bons acessos até estes.

Várias Direções-Gerais portuguesas estão conscientes sobre a importância da conservação, valorização e gestão deste tipo de património histórico-cultural do país. Poucas ou só uma fortaleza foi transformada em edifício civil, devido a certas necessidades da localidade de uma certa época. As fortalezas também podem ser consideradas como valor museológico.

É no distrito de Lisboa, onde vamos encontrar o maior número de fortalezas, mais precisamente em Cascais, Estoril e Oeiras. Nos restantes concelhos, vale a pena realçar as fortalezas de Viana do Castelo, Esposende, Peniche, Buarcos, Elvas, Vila Nova de Milfontes, Sagres, Lagos, Portimão, Porches, Cacela, Funchal e Angra do Heroísmo.