De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Flautista Francisco Barbosa tem estreia marcada do Carnegie Hall

O flautista Francisco Barbosa vai estrear-se no Carnegie Hall, em Nova Iorque, no dia 27 de janeiro do próximo ano, acompanhado por um trio de cordas composto por André Gaio Pereira, Francisco Lourenço e Gonçalo Lélis.

De acordo com a página da sala nova-iorquina, Barbosa vai interpretar os quartetos com flauta em Dó e Ré maior, de Mozart, um arranjo de “Quarteto Americano”, de Dvořák, bem como a estreia mundial de uma obra do espanhol Pablo Díaz para flauta.

Segundo a biografia publicada pelo Carnegie Hall, Francisco Barbosa é o flautista principal da Orquestra Festival de Madrid, flautista principal convidado da Orquestra de Guimarães e membro do Klaue Woodwind Quintet.

A acompanhar Barbosa vão estar André Gaio Pereira, no violino, Francisco Lourenço, na violeta, e Gonçalo Lélis, no violoncelo.

Segundo o próprio músico, o concerto vai marcar a estreia de um flautista português no Carnegie Hall, sala que tem recebido vários nomes nacionais ao longo das décadas, desde as fadistas Amália e Celeste Rodrigues ao pianista Vasco Dantas, passando pelo fagotista Rui Lopes, entre muitos outros.

Francisco Barbosa nasceu em Braga, em 1990, e começou os estudos musicais com José Matos, tendo ingressado no Conservatório da sua cidade-natal no ano 2000, segundo a biografia publicada no seu ‘site’. Em 2005, continuou os estudos na Academia de Música de Guimarães.

O flautista já trabalhou com várias orquestras nacionais e estrangeiras, para além de maestros como Krzysztof Penderecki, Vitor Matos, Placido Domingo, Juanjo Mena, German Caceres, Stefan Asbury, Mike Steurenthaler, Michael Zilm e Cesário Costa, entre outros.

Francisco Barbosa reside em Viena desde 2008, para onde se mudou a convite de Wolfgang Schulz.

#portugalpositivo