De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Filmes portugueses no festival de Clermont-Ferrand

Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” de Regina Pessoa e “Entre Sombras” de Mónica Santos e Alice Eça Guimarães serão exibidas no maior e mais importante festival de curtas-metragens europeu, o Festival de Clermont-Ferrand que arranca no próximo dia 31 de janeiro (sexta-feira) e realiza-se até 8 de fevereiro, em França. “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias”, faz parte da seleção competitiva da 42ª edição do certame.

O filme de Regina Pessoa (veja trailer abaixo), co-produzido entre Portugal (Abi Feijó, Ciclope Filmes), França (Reginald de Guillebon, Les Armateurs) e Canadá (Julie Roy, ONF), tem sido distinguido mundialmente desde a sua estreia, como no mais importante festival de animação em Annecy (França) onde foi premiado duplamente, no Animamundi (Brasil) onde também angariou dois prémios, ou em Chicago (EUA) onde recebeu o prémio principal. A curta de animação de 13 minutos é também uma das cinco nomeadas na categoria de melhor curta-metragem para os prémios Annie, atribuídos pela divisão de Hollywood da Associação Internacional de Cinema de Animação (ASIFA).

“Entre Sombras” (na foto acima), filme que combina as técnicas de pixilação e stop-motion, será exibido no programa European Short Film Audience Awards, composto pelos galardoados prémios da audiência de 10 festivais de cinema europeus, entre os quais o Curtas Vila do Conde. O filme das realizadoras Mónica Santos e Alice Eça Guimarães, que é co-produzido pela pelas produtoras portuguesas Animais AVPL e Um Segundo Filmes e pela francesa Vivement Lundi!, continua o seu vigoroso percurso que contabiliza 129 selecções em Festivais, 41 Prémios e a nomeação para Melhor Curta-Metragem de Animação nos César da Academia Francesa.

A Agência da Curta Metragem voltará a marcar presença no Mercado do Festival, onde participa desde 1999, assegurando a promoção da produção portuguesa através de um stand promocional e um conjunto de atividades diárias de divulgação do seu catálogo, que compreende mais de 400 filmes nacionais, junto dos mais de 3000 profissionais que, todos os anos, se reúnem no mercado.