De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Motores

Filipe Albuquerque rei do Bahrain

O piloto Filipe Albuquerque (Oreca) venceu as 8 Horas do Bahrain, quarta prova do Mundial de automobilismo de resistência, na classe LMP2, e ascendeu ao segundo lugar do campeonato.

Partindo do primeiro lugar da grelha de partida, o piloto de Coimbra, que faz parceria com os britânicos Phil Hanson e Paul di Resta na United Autosports, liderou a categoria LMP2 desde o arranque, terminando na quarta posição da geral, a oito voltas dos vencedores.

“Estou muito feliz com este resultado. Já merecíamos esta vitória e não há palavras para descrever esta sensação. Foi uma corrida que nos correu na perfeição. Conseguimos muitos pontos e isso coloca-nos num bom lugar em termos de campeonato”, disse Filipe Albuquerque, admitindo uma “sensação de alívio” por “finalmente” ter conseguido “traduzir em vitória o desempenho em pista”.

Agora, o objetivo passa por lutar pelo título.

“Temos de agarrar esta motivação e continuar a trabalhar para as vitórias. Já só pensamos nisso e na hipótese de estar na luta pelo título. Eu e toda a equipa estamos muito felizes e focados no trabalho que temos de continuar a desenvolver”, concluiu o piloto de Coimbra, quarto da geral.

Em segundo lugar terminou o outro português, António Félix da Costa (Jota), que faz equipa com o mexicano Roberto González e com o britânico Anthony Davidson. Félix da Costa foi quinto, a oito voltas da equipa vencedora, aos comandos de um Toyota, que dominou a corrida.

A vitória a sorriu ao britânico Mike Conway, do japonês Kamui Kobayashi e do argentino Jose Maria Lopez, num protótipo da categoria LMP1. Os três lideram o campeonato.

A próxima prova do Mundial de resistência decorre em Sebring, no Estados Unidos, em 18 de março de 2020.

#portugalpositivo