De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Exposição fotográfica retrata festas portuguesas na Califórnia

O Carnegie Arts Center em Turlock, no vale central da Califórnia, vai inaugurar em fevereiro de 2022 uma exposição fotográfica que retrata trinta anos de Festas portuguesas, da autoria do fotógrafo norte-americano Jackson Nichols.

Intitulada “The Festa: a Celebration of Faith and Culture” (A Festa: uma Celebração da Fé e Cultura), a exposição estará patente entre 04 de fevereiro e 30 de abril de 2022 e terá vários eventos paralelos.

“Vamos ter uma noite de cultura portuguesa e estamos a trabalhar com a galeria para patrocinar uma noite de fados e ranchos folclóricos”, disse Jackson Nichols, num evento organizado esta madrugada pelo Instituto Português Além-Fronteiras (PBBI, na sigla inglesa).

Com uma seleção de fotografias a preto e branco, escolhidas entre mais de 10 mil das que foram tiradas por Nichols ao longo das últimas três décadas, a exposição destaca as tradições mantidas pela comunidade portuguesa na Califórnia, desde as celebrações religiosas às touradas.

“Quando eu ia a estas festas, era como visitar outro país”, disse Nichols. “Nestas festas não se ouvia muito falar inglês, era sobretudo português, porque toda a gente estava a praticar a língua”.

O fotógrafo tornou-se particularmente interessado nas touradas e nos forcados, que são sujeitos frequentes da sua objetiva.

“Ao investigar um pouco mais, percebi que há muita estratégia, propósito e treino envolvidos”, disse. “Queria documentar isso. Muita gente não percebe a profundidade do compromisso destas pessoas”.

As Festas do Espírito Santo, que ganharam na Califórnia contornos muito específicos, são uma grande parte deste retrato. “Para mim era fascinante a pompa e o colorido. As pessoas esperavam ser fotografadas, em especial as rainhas nas procissões”, explicou.

Depois do Carnegie Arts Center, Jackson Nichols espera que a exposição possa chegar a outras partes da Califórnia onde há comunidades portuguesas, algo que ainda está por definir.

A exposição será acompanhada pela publicação do livro de fotografias e poemas “Festa: A Celebration of Faith”, uma edição True North Editions com prefácio de Diniz Borges e poesia por Vasco Pereira da Costa, Lara Gularte e Diana Ramos Firestone.

Nichols começou a fotografar os eventos portugueses a pedido da mulher, Dianna Fernandez-Nichols, que cresceu no seio da comunidade luso-americana em São José e fez a sua tese de mestrado sobre a identidade portuguesa.

“Foi sobre como a identidade era mantida e estabelecida através dos rituais”, explicou Fernandez-Nichols. “As pessoas viviam entre as duas comunidades e nas Festas havia uma junção”. O ritual da Festa “reestabelece ou confirma a sua identidade, os seus valores”, descreveu.

Trinta anos depois, Dianna Fernandez-Nichols vê uma abertura nas celebrações da comunidade, que agora atraem também membros de outros grupos étnicos, como mexicanos e filipinos.

“Está a tornar-se americanizada, um grupo mais inclusivo”, considerou. “Também se vê isso nos forcados. Estão a trazer outras pessoas para essa portugalidade”.

Turlock, onde a exposição será inaugurada, domicilia uma importante comunidade luso-americana na Califórnia, oriunda sobretudo do arquipélago dos Açores.

#portugalpositivo