De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Ex-emigrante candidato à Câmara de Albergaria-a-Velha

O ex-emigrante José Santos é o candidato do Bloco de Esquerda à Câmara de Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro, assumindo como objetivo a eleição de um representante em qualquer órgão autárquico.

“O objetivo seria conseguir eleger alguém. Sabemos que é difícil para o Bloco, porque Albergaria é uma terra de PSD e CDS, mas quem não tenta não consegue nada”, disse à Lusa o candidato.

Este reformado de 65 anos explicou que decidiu candidatar-se como independente nas listas do BE, porque considera que Albergaria “não está a ser governada devidamente”.

“Acho que o atual executivo podia fazer muito mais por Albergaria e defender muito mais os interesses de Albergaria”, afirmou.

Como exemplo, refere a “falta de resposta à crise na restauração, no turismo e na cultura, devido à pandemia” e queixa-se ainda da falta de casas para arrendar.

“Em Albergaria, quem quiser arrendar uma casa, bem pode procurar que só encontra por milagre. Há muita casa para venda, mas para arrendar não. Acho que o executivo aí podia fazer algo”, referiu.

O candidato apontou ainda o caso do centro de saúde de Albergaria que “está numa lástima”, adiantando que a autarquia “deve pressionar o máximo possível os órgãos que são responsáveis por aquela situação”.

Entre as propostas a apresentar à população, o cabeça de lista do BE destacou a construção de um parque com um “bom” espelho de água.

José Santos esteve emigrado na Suíça durante 30 anos, onde trabalhou na restauração e como operador fabril, tendo regressado a Portugal em 2011.

Nestas eleições autárquicas o Bloco concorre à Câmara, Assembleia Municipal e a uma das seis freguesias, designadamente Albergaria-a-Velha e Valmaior.

São também candidatos o atual presidente da autarquia, António Loureiro (CDS-PP), que vai tentar ser eleito para o terceiro mandato, assim como Delfina Cunha (PSD), Jesus Vidinha (PS) e Rodrigo Lourenço (CDU).

Nas eleições de 2017, o CDS-PP obteve 60,6% dos votos e cinco mandatos, o PSD 26,7% e dois mandatos e o PS 6,26% dos votos.

As eleições autárquicas estão marcadas para 26 de setembro.