De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Empresário alemão investigado em Portugal por pedofilia

O empresário alemão está a ser investigado por organizar orgias com raparigas menores na sua mansão em Cascais. Representante da Rainbow, pagaria até 500 euros para estudantes participarem em sessões de sexo.

Matthias Schmelz, 59 anos, chegou a Portugal na década de 1990 e tornou-se milionário com a venda dos aspiradores Rainbow. Estará há vários meses a ser investigado pela Polícia Judiciária, em articulação com DIAP de Lisboa, por recorrer à prostituição de menores e lenocínio. À TVI, que avançou a notícia, o empresário negou ter cometido qualquer crime.

O magnata alemão é suspeito de organizar em sua casa, a um ritmo quase diário, orgias com raparigas menores de idade, que contrataria por telemóvel. Pagar-lhes-ia 500 euros por cada sessão de sexo, que ocorriam no final do dia, após as aulas. Segundo a TVI, das cerca de dez raparigas envolvidas, mais de metade são menores e uma terá apenas 14 anos.

Leia mais em Jornal de Notícias.