De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Empresa portuguesa pode substituir Google em negócio com a Huawei

A empresa portuguesa Aptoide, considerada como uma das maiores alternativas à loja de conteúdos Google Play, está a ser sondada pela Huawei com vista a uma nova parceria que surge na sequência da suspensão de serviços feita pela gigante norte-americana aos chineses.

A informação está a ser veiculada pela DN Insider, que afirma ter como fonte Paulo Trezentos, diretor executivo da Aptoide.

“Vemos esta notícia como uma oportunidade interessante de mercado para criar uma parceria com a Huawei e resolver este problema que surgiu para eles. Estes contactos já vêm de trás, eu próprio já me reuni com um dos responsáveis da Huawei e o meu colega responsável pelo escritório de Shenzhen (China) tem andado em contacto. Quando saiu a notícia voltamos a falar para saber se havia aqui uma oportunidade de colaboração”, afirma o CEO.

“Os contactos estavam vivos, temos trocado emails, temos feito reuniões e eles têm mostrado interesse, portanto reavivamos esse contacto”, complementa o português.

A Aptoide, que tem em carteira cerca de 900 mil aplicações disponíveis na sua loja para o sistema operativo Android, conta ainda com mais de 200 milhões de utilizadores e trabalha com três dos maiores fabricantes chineses de smartphones, nomeadamente a Xiaomi, Oppo e Vivo.

No entanto, as negociações ainda não permitiram definir o modelo final da eventual parceria, que pode acontecer de duas formas: “a loja de aplicações da Aptoide vir instalada de origem nos smartphones da Huawei ou a Huawei integrar, através de interface de desenvolvimento (API), os conteúdos da loja Aptoide na sua própria loja”.

“Temos aqui vários produtos diferentes e é perceber qual o enquadramento que poderia ou não fazer sentido para eles”, atirou ainda Paulo Trezentos.

A gigante chinesa já conta com a sua própria loja de aplicações, mas a sua utilização está acima de tudo focada na China, onde os serviços da Google não estão disponíveis.

Apesar de ter um grande negócio em vista, a Aptoide exclui qualquer hipótese de compra ou fusão por parte da Huawei.