De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Dois olhos, um nariz, uma boca

-Sabes como ele é?
-Quem?
-O amor, claro!
-Tu estás a falar de?
(Duas amigas e uma conversa sem fim!)

Silêncio…
(E ela disse… )

Jamais o desenhei
Oh! Meu amor
Sai do teu esconderijo
É, deixa essa tua timidez

Silêncio…
(E num grito surdo, ela… )

Gostei de ti nessa foto triste
Armei uma cilada
Preparei cuidadosamente a minha teia
Aceitei a medida do tempo
Reconheço, fui impaciente

Silêncio… suspiros…
(Ao longe, ela, sozinha nesse ninho, geme sempre e sempre… )

Mergulhei nesse sonho
Voei nos oceanos
Porque o amor é assim mesmo
Epopeias em fogo
E também personagens de um filme de Hollywood…

Silêncio…
(A mão dela deixou de escrever…)

E no entanto, o amor,
Ele é apenas um rosto,
Dois olhos, um nariz, uma boca
Com… com o teu nome!

Texto dedicado ao meu amor nunca que o será sempre, José Luís Correia!

NGLFBVSO-JLCAGW!

BV 27-29.06.2019