De que está à procura ?

Comunidades

Dia da Língua Portuguesa celebrado no grão-ducado

© João Soares / BOM DIA

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa, foi inaugurada esta quarta-feira, na Maison du Savoir, no Campus de Belval da Universidade do Luxemburgo, a exposição “Voltar aos passos que foram dados”. A iniciativa levada a cabo também pelo centenário do nascimento de José Saramago, prémio Nobel da literatura, pode ser visitada até ao dia 15 de julho.

Na mesma ocasião estreou o filme-documentário “Mundos da Lusofonia”, realizado pelo coletivo de artistas lusófonos “Borderlovers”, que contou com a presença do designer do filme e da “coletiva”, Daniel do Nascimento. A curta-metragem documenta a exposição com o mesmo nome, que teve uma pré-apresentação na universidade em 2021, mas acabou por não chegar ao público pelas restrições da pandemia.

Adília Martins de Carvalho, docente na Universidade do Luxemburgo e responsável do Instituto Camões no grão-ducado, afirmou que estes eventos são “a melhor forma de dar visibilidade à língua e cultura portuguesa”.

Já Heidi Martins, socióloga e investigadora, considera que a língua portuguesa no Luxemburgo “é mais uma das línguas de comunicação numa sociedade multicultural”.

O estudante italiano Alessio, de 22 anos, considera a cultura portuguesa “enorme e interessante” e recomenda a visita à exposição. A polaca Agnieszka, de 38 anos, sempre se interessou pela literatura, mas depois de casar com um português “apaixonou-se pela cultura portuguesa” e agora estuda a língua na Universidade do Luxemburgo.

No dia seguinte, o Instituto Camões acolheu uma nova apresentação do filme-documentário “Mundos da Lusofonia” e, de seguida, os presentes assistiram a um sarau poético e musical que contou com a participação de poetas e artistas oriundos de países de língua oficial portuguesa radicados no grão-ducado.

#portugalpositivo

TÓPICOS