De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Desemprego continua a preocupar os italianos

A taxa de desemprego em Itália foi de 9,7% em agosto, menos 0,1 pontos percentuais que em julho e mais 0,3 pontos que no mesmo mês de 2019.

De acordo com os dados provisórios divulgados esta semana pelo instituto nacional de estatística italiano (Istat), a taxa de desemprego dos jovens entre os 15 e 24 anos aumentou em agosto para 32,1%, mais 0,3 pontos percentuais do que no mês anterior.

Nestes dados preliminares, o Istat observou que o crescimento do emprego já registado em julho continuou em agosto enquanto o número de pessoas à procura de trabalho continuava a diminuir, bem como o número de pessoas inativas.

O aumento do emprego em agosto foi de 83.000 pessoas e a taxa de emprego subiu para 58,1%, mais 0,2 pontos percentuais do que no mês anterior.

Houve também uma diminuição das pessoas inativas (65.000) e a taxa de inatividade foi de 35,5%, mais 0,1 pontos do que em julho.

No período entre junho e agosto, o nível de emprego caiu 0,2% em relação ao período de entre março e maio.

Em contraste, entre junho e agosto houve um aumento de 20,6% do número de pessoas à procura de emprego para um total de 417.000 e uma diminuição de 2,7% do número de pessoas inativas entre os 15 e 64 anos de idade, o que corresponde a 386.000 pessoas.