De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Covid-19: Youtube proíbe desinformação sobre vacinas

A rede social YouTube seguiu o exemplo do Facebook e proibiu a publicação de vídeos com desinformação sobre vacinas, numa fase em que os ensaios clínicos das vacinas contra a covid-19 continuam a decorrer.

A plataforma de vídeo da Google atualizou na quarta-feira as suas regras sobre a remoção de informações falsas relacionadas com a pandemia de covid-19, noticia a agência AFP.

Acusações de que a vacina vai matar pessoas ou torná-las inférteis, entre outros exemplos, serão removidas daquela plataforma.

De uma forma geral, vídeos que propaguem informações contrárias àquelas defendidas amplamente pelas autoridades sanitárias, ou pela Organização Mundial da Saúde (OMS), serão retirados.

Nas regras sobre a remoção de vídeos são ainda mencionadas teorias da conspiração, como aquelas que alertam para a implantação de microchips nos pacientes durante a vacinação.