De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Covid-19: Reino Unido prepara-se para seis meses de crise

A assessora do Governo britânico para a saúde, Jenny Harries, estimou este domingo que o Reino Unido possa demorar mais de seis meses a recuperar a normalidade após a pandemia causada pelo novo coronavírus.

A previsão foi avançada durante o encontro virtual com os meios de comunicação, realizado diariamente a partir de Downing Street, – residência oficial do primeiro-ministro, Boris Johnson – que contou também com o ministro britânico da Habitação, Robert Jenrick.

A especialista médica, citada pela Agência EFE, afirmou que a cada três semanas são feitas “revisões” sobre os impactos das medidas de confinamento impostas pelo Governo, estimando que possa levar entre “dois a três meses” para que os efeitos a longo prazo comecem a ser sentidos e “de três a seis meses” para se ver até que ponto o país poder “voltar ao normal”.

“E poderá ir mais além”, advertiu, considerando que “os números vão piorar na próxima semana, possivelmente duas” e só depois se verá se se conseguirá “baixar a curva e começar a ver um declínio [no número de casos”.

“Isso não significa que ficaremos em confinamento total por seis meses”, esclareceu Harries. Mas, acrescentou, “como país, temos que ser muito responsáveis e continuar a fazer o que nos dizem, até termos a certeza de que podemos começar gradualmente a realizar levantar algumas medidas”.