De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Covid-19: quase 400 mil mortos em todo o mundo

A pandemia do novo coronavírus já causou 397.179 mortos no mundo inteiro desde o seu aparecimento em dezembro na China, segundo um balanço da agência France Press feito a partir de fontes oficiais.

Até sábado à noite, mais de 6.827.260 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da pandemia, entre os quais pelo menos 2.963.800 são considerados como curados.

Este valor de casos diagnosticados reflete apenas uma parte do número real de contaminações, já que alguns países testam apenas os casos considerados graves, outros utilizam os testes em prioridade para o rastreamento e muitos países pobres não têm capacidade para fazer esta despistagem.

Nas últimas 24 horas foram registadas no mundo inteiro mais 4.295 mortes e 130.417 novos casos. O Brasil foi o país que teve mais vítimas mortais (1.005), seguido dos Estados Unidos (789) e México (625).

Os Estados Unidos, que registaram em fevereiro a primeira morte ligada ao coronavírus, são o país mais afetado, tanto em número de mortos (109.497), como em infetados (1.908.235). Destes, 491.706 estão reabilitados.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Reino Unido com 40.465 morto, para 284.868 casos positivos, o Brasil com 35.026 mortos e 645.771 infetados, a Itália (33.846 mortos e 234.801 casos) e a França (29.111 e 190.052 infetados).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é a que lamenta o maior número de mortos em comparação com a sua população, com 83 mortes por 100 mil habitantes, seguido do Reino Unido (60), Espanha (58), Itália (56) e Suécia (46).

A China (excluindo os territórios de Macau e Hong Kong), onde a epidemia começou no final de dezembro, contabiliza oficialmente 83.030 casos (três novos entre sexta-feira e sábado), incluindo 4.634 mortes (nenhum nas últimas 24 horas) e 78.329 recuperações.

A Europa totaliza 183.101 mortes para 2.259.731 casos. O Canadá 117.297 mortes (2.003.251 casos), a América Latina e Caraíbas 62.589 mortes (1.252.117 casos), a Ásia 18.756 mortes (659.097 casos), o Médio Oriente 10.330 mortes (467.170 casos), a África 4.975 mortes (180.254 casos) e a Oceania 131 mortes (8.641 casos).