De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Costa promete negociar défice com a Europa e respeitar compromissos eleitorais

O primeiro-ministro considerou hoje difíceis as negociações com as instâncias europeias sobre o Orçamento para 2016, mas afirmou que não serão postos em causa compromissos eleitorais, ou medidas acordadas com as forças políticas que suportam o executivo.

António Costa falava aos jornalistas numa conferência de imprensa na cidade da Praia, após uma reunião bilateral entre os governos de Portugal e de Cabo Verde.

O primeiro-ministro referiu que as instâncias europeias pretendem que o Governo, no âmbito da sua proposta de Orçamento do Estado para 2016, cumpra as reduções de défice nominal e estrutural “não alcançadas em 2015”, mas contrapôs que o seu executivo cumprirá os compromissos eleitorais assumidos, assim como as medidas que acordou nas parcerias estabelecidas com o Bloco de Esquerda, PCP e “Os Verdes”.