De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Mundo

Coronel português pode comandar missão no Mali

O Conselho de Ministros vai propor ao Presidente da República a nomeação do coronel-tirocinado Oliveira Ribeiro para comandar uma missão de treino da União Europeia no Mali, que terá a duração de seis meses.

De acordo com o comunicado divulgado, o Conselho de Ministros aprovou ainda uma deliberação a propor a nomeação do capitão-de-mar-e-guerra José António Mirones para comandante da força naval atribuída à Operação Atalanta, ao largo da costa da Somália.

Segundo adiantou à Lusa o Ministério da Defesa, Portugal foi convidado para assumir o comando da missão de treino da União Europeia no Mali por um período de seis meses, entre dezembro deste ano e junho de 2020.

A missão, considerada pelo Governo relevante e do interesse nacional, será ainda submetida a aprovação do próximo Conselho Superior de Defesa Nacional.

O Governo irá propor o aumento da contribuição nacional na missão EUTM no Mali, “com a ocupação de cinco cargos adicionais, passando de 12 para 17, incluindo o cargo de comandante da missão”.

Quanto à missão da União Europeia designada Operação Atalanta, visa proteger o tráfego marítimo que atravessa o Golfo de Áden e a bacia da Somália e detetar e prevenir a pirataria e assaltos armados no mar.

A prorrogação do mandato daquela missão foi aprovada em julho de 2018 até dezembro do próximo ano. Portugal foi também convidado para assumir o comando do estado-maior embarcado, por um período de até quatro meses, entre dezembro de 2019 e março de 2020.