De que está à procura ?

Lifestyle

Coronel português lança obra sobre Invasões Francesas

© DR

As Caves Manuelinas do Museu Militar de Lisboa irão acolher, já no próximo dia 10 de novembro, o lançamento da obra literária “As Invasões Francesas e as Linhas de Torres”, do autor e coronel José Custódio Geraldo.

Pelas 17h00 de quinta-feira, as caves do museu lisboeta encher-se-ão de convidados para o lançamento deste livro, alicerçado nas invasões a Portugal ordenadas por Napoleão Bonaparte, entre 1807 e 18011, como consequência da não adesão do nosso país ao Bloqueio Continental, cujo objetivo seria restringir o poderio bélico e económico do império britânico.

Este livro histórico, que conta com traduções em inglês, francês e espanhol, será apresentado pelo professor António José Telo.

Também a Fanfarra do Exército foi recrutada para o evento e ficará responsável por executar, com todo o rigor histórico, algumas das peças musicais originalmente tocadas pelos próprios exércitos napoleónicos.

A entrada no Museu Militar de Lisboa é gratuita, mas carece de inscrição prévia para o e-mail ou para o +351 914 114 090.

José Custódio Madaleno Geraldo nasceu no Torrão, concelho de Alcácer do Sal, distrito de Setúbal, Portugal, a 17 de setembro de 1961.

Licenciado em Ciências Militares na especialidade de Infantaria pela Academia Militar, onde obteve o grau de Mestre em História Militar, em parceria com a Universidade dos Açores. Doutorando em Defesa, História e Relações Internacionais na mesma Academia e no ISCTE.

Prestou serviço em diversas unidades militares, nomeadamente na Escola Prática de Infantaria, no Instituto Geográfico do Exército, no Quartel-General do Governo Militar de Lisboa e na Direção de História e Cultura Militar. Foi Assessor de Estudos no Instituto de Defesa Nacional, onde também frequentou o Curso de Defesa Nacional. Foi Diretor do Jornal do Exército durante nove anos. Atualmente é coronel na situação de reserva e desempenha as funções de Vice-presidente do Núcleo da Liga dos Combatentes de Mafra e Diretor Executivo da revista Combatente.

Autor da obra As Invasões Napoleónicas – Desde a Ida da Família Real para o Brasil às Linhas de Torres: 1807-1811, uma das obras de referência para a realização do filme As Linhas de Wellington; também autor da obra José Maria Hermano Baptista – Um Herói na Grande Guerra: 1917-1919; coordenador do livro Instituto Geográfico do Exército, bem como do vídeo com o mesmo nome, este último distinguido com uma “Mencion Especial” no Festival de Cinema Militar que decorreu na Argentina, em 1998; co-autor de duas obras de poesia e fotografia, intituladas Vocação Marítima e D’Aquém e D’Além Mar. É também co-autor da obra – Pensamento Estratégico Português: Contributos [Séc. XVI-XIX]. Autor dos livros de poemas Ciclo Lunar I e Amor & Saudade: Fados e outros Poemas e de diversos artigos publicados em jornais e revistas, como o Azimute, o Jornal do Exército e a Revista Militar.

Como conferencista tem privilegiado as temáticas dos Estudos Camonianos e das Invasões Francesas.

É membro de várias associações científicas e culturais com destaque para a Associação Portuguesa de Poetas, a Liga dos Combatentes, a Associação de Auditores dos Cursos de Defesa Nacional e o Elos Clube de Lisboa; é sócio efetivo da Revista Militar. É sócio da Sociedade Histórica da Independência de Portugal, do Clube Militar de Oficiais de Mafra e membro da Sociedade Portuguesa de Autores. Foi Presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Associação Portuguesa de Poetas durante vários anos. É Diplomata Civil Jethro.

#portugalpositivo

TÓPICOS