De que está à procura ?

Portugal

Conferência dos Oceanos deu origem à Declaração de Lisboa

© DR

A segunda Conferência dos Oceanos da ONU adotou esta sexta-feira em Lisboa uma declaração política sobre defesa dos oceanos, no plenário de encerramento da reunião internacional, presidido pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A adoção do texto, intitulado “O nosso oceano, o nosso futuro, a nossa responsabilidade” e que ficará conhecido como ‘Declaração de Lisboa’, culminou a conferência que durante cinco dias reuniu representantes de mais de uma centena de países, incluindo chefes de Estado e do Governo.

A conferência de Lisboa, coorganizada por Portugal e Quénia, visava impulsionar esforços globais para a preservação dos oceanos e seguiu-se à de Nova Iorque, nos Estados Unidos, em 2017. A próxima será em França, em 2025.

TÓPICOS