De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

“Coisas” que nem Martas

Dia 29 de Julho e de acordo com o que rezam os calendários católicos é o dia de Santa Marta. Santa Marta celebra-se por localidades circunvizinhas, e uma delas é em Caramos, concelho de Felgueiras.

Marta é um bonito nome de mulher de que gosto muito. Não sei se isto justifica memorizá-lo e confundi-lo como escrevi há dias, relativamente a Santiago. Ambos se celebram no final de Julho. (É verdade! Julho já passou!)

Marta é uma das mulheres que seguiu Jesus, era irmã de Lázaro e de Maria Betânea. Nos compêndios religiosos reza-se que era em casa destes que Jesus, por vezes, procurava descanso. O que valeu a Marta tornar-se santa padroeira dos hospedeiros e já agora, acrescente-se, dos cozinheiros e nutricionistas, para equilibrar a balança. De igual modo sabe-se que o nome Marta significa mestra, senhora ou mesmo dona de casa.

Há alturas em que mesmo que queiramos parecer cultos – e /ou informados, a coisa não vai lá. Num filme famoso que eu não sei o nome, nem qual o actor entre Michael Douglas e Al Pacino, que refere a determinada cena, creio que pela alcova: “Fodes que nem martas”.

Fodes ou fodem… não sabe a minha ignorância porque de audiovisual sabe nada.

Marta é um animal carnívoro e mamífero denominado mustelídeo que não há certezas da sua existência em Portugal, até porque é um animal em vias de extinção, sobretudo pela beleza da sua pele.

(Não pratico deliberadamente o chamado Acordo Ortográfico).

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.