De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Carta de soldado lusodescendente chegou ao destino 76 anos depois

Um soldado da II Guerra Mundial enviou uma carta à mãe em 1945, quando estava destacado na Alemanha. Um procedimento normal para os soldados, mas que ganhou novos contornos porque a carta só foi entregue no final de 2021.

O sargento John Gonsalves, de origem portuguesa, tinha 22 anos quando escreveu a carta que ficou esquecida durante 76 anos na delegação de Pittsburgh do Serviço Postal dos Estados Unidos.

Os empregados que encontraram a carta conseguiram localizar a viúva do sargento, em Woburn, Massachusetts. John Gonsalves morreu em 2015, a mãe também já faleceu.

“Querida mãe, recebi outra carta tua hoje e fiquei feliz por saber que está tudo bem. Quanto a mim, estou bem e estou a adaptar-me bem. Mas, quanto à comida, é bastante má na maior parte das vezes. Com muito amor e beijos, o teu filho Johnny. Vejo-te em breve, espero”, lê-se na carta entregue a Angelina Gonsalves, que conheceu o marido cinco anos depois de ele enviar a carta.

Angelina Gonsalves, de 89 anos, diz que receber a carta pouco antes do Natal foi como se o marido, com quem esteve casada 61 anos, tivesse regressado a casa. “Imaginem! 76 anos! Eu simplesmente não conseguia acreditar. E depois é a letra dele e tudo. É tão maravilhoso”, afirmou.

Juntamente com a carta, os empregados dos correios – que encontraram a carta do lusodescendente – enviaram uma segunda carta em que explicaram que “entregar esta carta foi de extrema importância” para a equipa.