De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Cannes 2019 já tem candidatos à Palma de Ouro

O filme “Frankie”, de Ira Sachs, rodado em Portugal, estreia-se em maio no Festival de Cinema de Cannes, cuja seleção oficial foi esta quinta-feira anunciada com obras ainda de Pedro Almodóvar, Ken Loach e Kleber Mendonça Filho.

O Festival de Cinema de Cannes, que cumprirá a 72.ª edição de 14 a 25 de maio, contará com quase uma vintena de filmes em competição pela Palma de Ouro, entre os quais “Frankie”, que o realizador norte-americano Ira Sachs rodou em Portugal, com coprodução, equipas técnicas e atores nacionais.

Rodado em Sintra, com coprodução de Luís Urbano e direção de fotografia de Rui Poças, “Frankie” é interpretado por Isabelle Huppert, Brendan Gleeson e Marisa Tomei, num elenco que integra também Carloto Cotta, Ana Brandão e Márcia Breia. Estreia-se em Portugal em outubro.

Da competição oficial fazem parte, entre outros, “Bacurau”, dos realizadores brasileiros Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, “Dolor y Gloria”, de Pedro Almodóvar, “Sorry We Missed You”, de Ken Loach, “A Hidden Life”, de Terrence Malick, “Les Misérables”, primeira obra do realizador maliano Ladj Ly, e “Il Traditore”, de Marco Bellocchio.

A eles juntam-se ainda “The Dead Don’t Die”, filme de Jim Jarmusch que abrirá Cannes, e “Parasite”, que assinala o regresso do realizador sul-coreano Bong Joon Ho ao festival, depois de, em 2017, ter causado polémica – e aberto discussão – com “Okja”, produzido pela plataforma de ‘streamming’ Netflix.

Destaque ainda, na secção “Um certain regard”, para a inclusão de “Vida Invisível”, do realizador brasileiro Karim Ainouz, e “Liberté”, do espanhol Albert Serra, rodado em 2018 no Alentejo, com produção da Rosa Filmes.

Fora da competição oficial, Cannes escolheu, por exemplo, “Rocketman”, de Dexter Fletcher sobre Elton John, “Diego Maradona”, de Asif Kapadia, “Too Old To Die Young – North of Hollywood, West of Hell”, de Nicolas Winding Refn, e “Tommaso”, de Abel Ferrara.

Ainda com programação por anunciar, nomeadamente nos programas paralelos Quinzena dos Realizadores e Semana da Crítica, a direção de Cannes revelou nas últimas semanas que o realizador mexicano Aejandro González Iñárritu presidirá ao júri da competição oficial.

O ator francês Alain Delon, 83 anos, receberá a Palma de Ouro de Honra e é feita ainda homenagem à cineasta Agnès Varda, recentemente falecida, a quem é dedicado o cartaz oficial do festival.