De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Câmara de comércio lança iniciativa “Compre Português na Bélgica”

“Depois de meses de confinamento, está na hora de regressarmos ao normal possível. Na Bélgica, como em Portugal, há uma tímida e progressiva retoma da atividade económica e social, estando a Câmara igualmente a preparar-se para regressar ao habitual contacto com os seus membros”, afirma em comunicado enviado ao BOM DIA, Rui Faria da Cunha, presidente da Câmara de Comércio Belgo-Portuguesa (CCBP).

A câmara anuncia que, por causa da pandemia, vai concentrar no segundo semestre deste ano os eventos que tinha previstos para o início de 2020. Para compensar as consequências do confinamento, “nos últimos meses reforçámos a nossa presença online, trazendo informação regular aos nossos membros e seguidores através da “newsletter” e das redes sociais. Se ainda não nos seguem, podem fazê-lo através das nossas páginas no Facebook e no Twitter“, salienta Rui Faria da Cunha.

Apesar da pandemia, o presidente da CCBP nota que a estrutura que dirige não parou: “promovemos igualmente a Câmara junto de potenciais novos membros e mantivemos contato regular com os nossos parceiros, nomeadamente a Embaixada de Portugal, a AICEP, a Câmara de Comércio Luso-Belga-Luxemburguesa e a rede das Câmaras de Comércio Portuguesas”.

Por fim, a CCBP lançou um grupo Facebook intitulado “Compre Português na Bélgica“, que tem como principal objetivo promover a compra de produtos e serviços portugueses naquele país e apoiar os empresários que aqui os comercializam. “Acreditamos que esta iniciativa irá ajudar muitos empresários a encontrar novos clientes e canais de venda nestes tempos difíceis, dando simultaneamente uma grande visibilidade à nossa Câmara junto do tecido empresarial lusófono. Trata-se de uma parceria que estabelecemos com o grupo “Compre Português“, lançado em Portugal durante o confinamento e que já conta com cerca de 290.000 membros. Convidamos todos os nossos leitores a aderir a nosso grupo”, conclui Rui Faria da Cunha.