De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Motores

Cada vez mais se compram carros em linha

Para enfrentar as limitações das vendas físicas de automóveis associadas ao Covid-19, as marcas têm estado a lançar um conjunto de novas ferramentas digitais. O objetivo é permitir que o Cliente avance mais, à distância, no processo de compra de veículos, independentemente da concretização final dessa aquisição ocorrer, ou não, num ponto de venda físico. As medidas de distância social vão-se prolongar nos próximos meses e é fundamental que a indústria aperfeiçoe as suas ferramentas digitais.

A World Shopper apresenta agora a primeira edição de um estudo comparativo de websites de marcas de automóveis, para compreender até onde o Cliente pode avançar na compra digital de um veículo, com máxima conveniência e segurança em termos de procedimentos Covid-19.

Para esta análise foram selecionadas as 30 marcas mais vendidas em Portugal, de acordo com a estatística da ACAP, relativa ao mês de março de 2020, referente a veículos ligeiros de passageiros.

Este estudo incidiu nos veículos em stock, porque a generalidade das ferramentas existentes neste momento no mercado aplicam-se a estes automóveis e não naqueles que necessitam de ser encomendados ao fabricante. Para comprar online é fundamental que o website tenha uma Área de Pesquisa de Stock com filtros, para se aceder às unidades disponíveis sem necessidade de múltiplos cliques. Em 37% dos sites foi possível encontrar este tipo de ferramenta.

A Videochamada é uma forma de o Cliente ver em direto uma unidade em exposição e de pedir ao vendedor ou especialista-produto que lhe mostre determinados pormenores. Para a marca é uma excelente oportunidade para criar relação com o Cliente. Apenas duas marcas de automóveis estão, neste momento, a disponibilizar este recurso, mas a World Shopper sabe que há muitas outras que o irão propor brevemente.

O Test-drive era uma das duas fases do processo de compra que “obrigava” o Cliente a deslocar-se ao Concessionário. Hoje esta situação está resolvida com a disponibilização de veículos ao domicílio ou noutros locais convenientes para o Cliente. Há anos que alguns vendedores efetuam Test-Drives ao Domicíliomediante acordos informais com os Clientes mas, no caso deste estudo, a World Shopper foi à procura de websites que anunciavam formal e claramente esta prestação e só encontrámos dois.

A avaliação da retoma era a segunda fase da compra que implicava uma visita ao Concessionário. Atualmente é possível evitar essa deslocação, através de uma Avaliação Digital da Retoma que, geralmente, não dispensa uma aprovação final “ao vivo”. Com uma Avaliação Digital suficientemente fundamentada e documentada, essa confirmação pode ser efetuada no processo de entrega do veículo novo, reduzindo o número de deslocações do Cliente. Apenas detetámos 3 websites com este conveniente serviço, mas esta também é uma área onde mais marcas se preparam para apresentar soluções.

A maior parte dos veículos novos são adquiridos com financiamento e por isso é importante que os websites disponham de uma forma de o Cliente simular o valor das mensalidades, em função da entrada, prazo e valor residual. Doze marcas (40%) contam com um Simulador de Financiamento, embora este nem sempre se encontre facilmente acessível. Esta edição do estudo “OEM Digital Tool” está focada na disponibilização das ferramentas, em próximas edições analisaremos a respetiva usabilidade.

Depois das fases de construção da decisão de compra, o Cliente chega à fase de pagamento. Este pode ser parcial, como é o caso da Reserva Online ou integral através da Contratação Online de um Financiamento ou de um Pagamento Integral Online. Alguns OEM estão hoje mais familiarizados com o conceito da Reserva Online, já que este tem sido utilizado nos lançamentos das principais novidades, nomeadamente no âmbito dos Veículos Elétricos. Na primeira edição do estudo OEM Digital Tool encontrámos apenas duas marcas a disponibilizar a possibilidade de reserva online e nenhuma com possibilidade de pagamento final do negócio, tanto via financiamento como através de pronto pagamento.

É verdade que a digitalização integral dos processos de financiamento também depende das entidades financeiras, mas algumas já estão preparadas para este desafio e as outras rapidamente se adaptarão.

A Sanitização dos veículos antes da entrega ao Cliente, é um procedimento que se irá manter para além do período de confinamento, durante vários meses. Neste ponto, 5 das 30 marcas referem claramente nos seus websites que procedem a esta operação. A Entrega do Veículo ao Domicílio ou num outro local conveniente para o Cliente também é uma operação que não é inédita mas que na circunstância atual passou a ter um protagonismo muito maior. Doze das 30 marcas propõem claramente este serviço aos Clientes.

É possível comprar hoje um automóvel novo totalmente online, em Portugal? É quase, se estivermos a considerar veículos adquiridos via websites das marcas de automóveis. Neste momento o processo só não é possível de concluir 100% à distância, porque nenhuma marca anuncia a disponibilização da possibilidade de pagamento final online.

De qualquer forma e do ponto de vista de disponibilização de ferramentas, há marcas que se destacaram nesta análise comparativa, ocupando as três primeiras posições. A Tesla, desde sempre associada a um processo de compra online potenciado pelo sistema de vendas diretas, venceu a primeira edição do estudo WS OEM Digital Tool – Portugal, com um resultado de 47%. A KIA, que há duas semanas apresentou a plataforma KIA Vibe, ficou apenas a 3 pontos percentuais do vencedor. Em terceiro lugar, exequo com 35%, ficaram a Mercedes-Benz e duas das marcas do Grupo PSA, a Peugeot e a Citroen. Os resultados detalhados deste estudo estão disponíveis na versão profissional

Este foi o resultado atingido em abril nas páginas web das marcas de automóveis mas é preciso considerar que há outros websites onde o Cliente pode aceder a um veículo novo, sejam as páginas dos concessionários ou até os sites das locadoras que propõem aluguer operacional… Mas isso é para uma das próximas edições do estudo World Shopper Digital Tool – Portugal!