De que está à procura ?

Comunidades

Bragança esclarece novo serviço para emigrantes

© DR

Na sequência da publicação da notícia do BOM DIA sob o título “Bragança vai ter serviço imobiliário para emigrantes“, a autarquia solicita que sejam feitos os seguintes esclarecimentos:

1) Na nota de imprensa enviada foi referido, por lapso, que o espaço em questão foi denominado de Balcão do Emigrante. No entanto, trata-se unicamente de um posto de atendimento exclusivo para emigrantes,  no âmbito do Balcão Único do Prédio – Bupi (projeto do Ministério da Justiça, que permite mapear, entender e valorizar o território português, de forma simples e gratuita, através do registo de prédios rústicos). Este balcão dedicado a emigrantes apenas funcionará no mês de agosto, período em que se regista a maior presença de emigrantes neste território.

2) O título da notícia poderá induzir em erro os leitores, pois o Bupi visa apenas a identificação e mapeamento de prédios rústicos, não sendo desse modo um serviço imobiliário abrangente, cabendo esse serviço à iniciativa privada ou outra.

Por seu lado, o CEO do grupo Parcial Finance, Mário Fonseca, que gere espaços denominados Balcão do Emigrante, explicou ao BOM DIA que essa é “uma marca registada pertencente ao Grupo Parcial Finance (Parcial Gest, Lda), que detém o uso exclusivo do nome e sinal da referida marca”.

TÓPICOS