De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Portugal

Bombeiro de Miranda do Corvo encontrou a morte em incêndio na Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. Três outros bombeiros sofreram ferimentos, dois dos quais ligeiros.

Segundo o Jornal de Notícias o bombeiro falecido é José Augusto Dias, de 55 anos, chefe na corporação de Miranda do Corvo. Era motorista na Câmara e árbitro de futsal nos tempos livres.

Há ainda a registar três feridos. Segundo a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) dois elementos do Corpo de Bombeiros Municipais da Lousã foram assistidos devido à inalação de fumo e um outro efetivo dos Bombeiros de Miranda do Corvo sofreu queimaduras nos membros inferiores.

O incêndio, numa encosta da Serra da Lousã, junto a um acesso ao Trevim, no concelho da Lousã (distrito de Coimbra), terá sido provocado pela trovoada que se fez sentir ao final da tarde na região.

As chamas deflagraram numa zona muito acidentada de terreno, perto do baloiço de Trevim, um dos pontos turísticos do concelho.

O fogo já está dominado.