De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Europa

Bélgica altera classificação e coloca Portugal na ‘zona verde’

Depois de na quinta-feira as autoridades belgas terem incluído parte da região de Lisboa no lote de “zonas vermelhas” consideradas de alto risco devido à covid-19, o que implica uma quarentena obrigatória para os viajantes que cheguem à Bélgica oriundos da capital portuguesa, e Portugal na zona laranja eis que esta sexta Portugal e Espanha passaram a ser considerados ‘zona verde’.

A Bélgica atualizou assim a sua lista oficial de países ordenados segundo um modelo de semáforo, em função do grau de risco pela situação epidemiológica, colocando Portugal no grupo “verde”, ou seja, entre os países para os quais as viagens são autorizadas sem quarentena no regresso. Contudo os belgas consideram que as zonas sujeitas a confinamento são “vermelhas” e, por isso, obrigam a confinamento no regresso à Bélgica.

Nesse caso ficam, em Portugal, zonas de Lisboa e em Espanha duas áreas atualmente confinadas.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros belga definiu que as pessoas provenientes das regiões “vermelhas” têm de realizar testes à chegada à Bélgica e cumprirem uma quarentena.

A lista, sujeita a revisões regulares, dá luz verde (viagens sem restrições), além de Portugal e Espanha à Alemanha, Áustria, França, Hungria, Itália, Luxemburgo, Letónia, Croácia, Holanda, Polónia, Roménia, Eslováquia, Suécia, Liechtenstein, Lituânia, Estónia, Bulgária, República Checa, Eslovénia e Suíça.

A Bélgica interdita atualmente ligações com quatro países europeus, colocados no “vermelho”: Finlândia, Irlanda, Malta e Noruega.