De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Lifestyle

Atelier de portugueses vai renovar museu em Reims

O atelier dos portugueses Aires Mateus ganhou esta semana o concurso público para renovar e ampliar o museu da cidade francesa de Reims, que tem nas suas coleções obras de Renoir, Rodin e Gauguin.

“É a maior importância [ganhar este concurso público] porque nós valorizamos muito este tipo de programas ligados à cultura e temos notado que a possibilidade de trabalhar em França nos dá uma grande liberdade e estabilidade para desenvolvermos o nosso trabalho”, disse o arquiteto Francisco Aires Mateus, em declarações à agência Lusa.

O Museu de Belas Artes de Reims está instalado na Abadia de Saint-Denis, cuja data de construção é desconhecida, mas que sofreu uma primeira renovação em 1064, tendo sido posteriormente fechado durante a revolução francesa e novamente remodelado no século XIX e recebido o museu a partir de 1913.

Este museu fica muito próximo da Catedral de Reims, um dos maiores exemplos góticos do país, classificado como Património Cultural da Humanidade pela UNESCO.

O projeto avaliado em cerca de 27 milhões de euros e com quatro anos para ser concretizado – dois anos de projeto e dois anos de obra – visa renovar não só a existente área de exposição, mas todo o espaço incluindo centro de documentação, serviços educativos e também jardim, numa área total de mais de 7.000 metros quadrados.

“Aqui junta-se uma maior complexidade, derivado da dimensão do museu e do seu programa. Temos uma coleção permanente, um edifício existente que é de elevado valor patrimonial e ainda auditório, centro de documentação, serviços educativos e exposições temporárias”, indicou Francisco Aires Mateus.

O atelier português concorria contra outros três projetos, dois deles franceses, mas, no final, ganhou a aprovação do júri municipal devido a “aspetos arquitetónicos e estéticos”, mas também “eficácia” na utilização e otimização de áreas, segundo o arquiteto.

Para além deste projeto que poderá vir a ter uma equipa de 10 arquitetos a trabalhar ao mesmo tempo durante certas fases do projeto, este atelier tem outros projetos no âmbito cultural em França como a renovação do Centre de Création Contemporaine Olivier Debré em Tours, já terminado, e a nova entrada do Musée des Augustins em Toulouse, ainda em curso.