De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Comunidades

Associação portuguesa no Luxemburgo pede prudência na hora de emigrar

A Associação C.A.S.A., centro de apoio à emigração, publicou recentemente nas redes sociais um aviso para todos aqueles que estão a ponderar emigrar para o Luxemburgo.

A publicação alerta para as ilusões que são criadas pelos portugueses que regressam ao país de origem, neste período de férias, e que muitas das vezes instigam curiosidade nos seus compatriotas. “É cada vez mais comum nesta época do ano, quando muitos vão de férias a Portugal, trazerem pessoas da família para viver no Luxemburgo, muitas das vezes prometendo uma vida cheia de vantagens”. No entanto, “a realidade do país mostra situações que muitas vezes não são ditas, o que causa um verdadeiro pesadelo para muitos”.

A C.A.S.A. refere que os altos custos das moradias e “a dificuldade de arrendar um imóvel” têm sido os principais problemas com os recém-chegados.

O domínio de línguas como o francês e o luxemburguês começa também a ser praticamente obrigatório em todos os empregos, sendo que o inglês e o alemão também podem trazer vantagens. No entanto, o não domínio destes idiomas pode inviabilizar uma grande parte das propostas de trabalho.

Desta forma, a associação pede prudência na hora de emigrar, explicando que tem recebido pessoas que chegam depois do verão com familiares ou amigos e que, pouco tempo depois, estes acabam por nem ter dinheiro para comprar uma passagem de regresso.

O aviso foi deixado pela C.A.S.A. e os conselhos são válidos para qualquer parte do mundo.