De que está à procura ?

Portugal

Associação All4integrity combate corrupção através dos jovens

© DR

O programa RedEscolas Anticorrupção – Escolas que nos inspiram uma Cultura de Integridade, uma iniciativa da Associação All4integrity, foi criado na sequência da aprovação da Estratégia Nacional de Combate à Corrupção que elegeu a prevenção como prioridade central e a Educação para a Cidadania como um dos lugares centrais para melhorar o conhecimento e a formação em matéria de transparência e integridade.

Plano de Ação do programa RedEscolas AntiCorrupção, interdisciplinar e flexível, tem como principal âncora o tema da corrupção, associando-se outros como o lobbying, conflito de interesses, tráfico de influências, suborno, integridade e ética. Destina-se aos alunos entre o 9.º e o 12.º ano e pretende promover o sentido de espaço público e bem comum, num processo de elevação de consciências e alteração do comportamento que favoreçam a disseminação e aprofundamento de uma cultura de integridade em Portugal, começando exatamente a partir da escola.

No final do ano letivo 2022/2023, e de acordo com o regulamento, a associação All4Integrity atribuirá às escolas o respetivo Selo Digital – Prata e Ouro -, o Certificados  “Escola AntiCorrupção 2021-2022” e os cartões de identificação “Embaixadores da RedEscolas AntiCorrupção”.

As escolas interessadas em aderir ao Programa RedEscolas AntiCorrupção deverão submeter o ‘Formulário de Adesão de Participação’ que estará disponível a partir de setembro no site.

Na 1.ª edição do programa RedEscolas AntiCorrupção aderiram 17 escolas públicas e privadas, num total de 1350 alunos e 28 professores envolvidos, incluindo ilhas e Macau, e culminou, no passado dia 6 de junho, com a cerimónia final, que teve lugar no Museu de Lisboa e no Padrão dos Descobrimentos, cujo programa contou com a intervenção de reputadíssimas individualidades, como as vereadoras Laurinda Alves e Joana Almeida, a ex-Procuradora-Geral da República Joana Marques Vidal. 

TÓPICOS