De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

Assim não vamos lá…

A Assembleia da República acaba de aprovar um voto de condenação relativamente às ameaças à integridade física de titulares de cargos políticos e ativistas dos direitos humanos no Brasil, apresentado pelo Deputado Trigo Pereira e o PAN.

Tristemente, o voto foi aprovado com os votos favoráveis de toda a esquerda parlamentar e a abstenção do PSD e do CDS. Eu e os Deputados Carlos Pascoa e Miguel Morgado votámos contra.

Considero inaceitável que, através deste voto, o Parlamento Português venha censurar o Brasil, considerando-o como um caso à parte no domínio da perseguição de ativistas políticos, esquecendo tudo o que se passa em inúmeros outros países e pondo de lado a normal solidariedade com o grande País Irmão com o qual sempre partilhámos valores comuns.

Ainda por cima, o voto em causa evoca como exemplo desta perseguição a situação do Deputado Jean Willis, que ficou conhecido recentemente por ter cuspido no atual Presidente do Brasil, quando este ainda era membro da Câmara de Deputados.

Francamente, assim não vamos lá…