De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

As memórias que carrego

“Na altura da morte física, a alma (partícula da energia universal) persiste e, após um tempo variável, regressa à Terra, associada a outro corpo físico.“

Luís Portela, Médico

Por vezes sentimos mau estar e bloqueios que não conseguimos entender de forma racional. Outras vezes, deparamo-nos com alguém sobre quem nada sabemos e rapidamente os passamos a adorar; ou parece que os conhecemos há já uma vida. Nessas alturas, perguntamo-nos por que nos sentimos estranhos, ou por que temos boas ou más sensações relativamente a pessoas, locais e situações. De um modo ou outro, todos nós já tivemos este tipo de emoções sem que possamos explicá-las de forma racional.

Não pretendo com este artigo convencer o leitor sobre a existência de vidas passadas. Pretendo, no entanto, relatar a minha própria experiência sobre este assunto.

Todos nós guardamos memórias no nosso ADN espiritual que nos trazem bloqueios, medos, angústias e formas de lidar com a vida. Estes podem-nos prender a uma teia de problemas que desejamos resolver, mas que, por alguma razão, são difíceis de ultrapassar e impedem-nos de avançar.

Observo com frequência que a reação dos meus clientes em relação a certos acontecimentos da sua vida (sejam eles profissionais, amorosos, ou outros) se prende a um padrão que lhes parece inexplicável. Sentem-se como se já tivessem vivido estas experiências, mas não se lembram delas. É por não se lembrarem destas memórias que não se conseguem libertar dos seus padrões de reação.

Mas é possível não nos lembrarmos de uma memória? Sim. O nosso cérebro é extremamente seletivo. Como temos uma capacidade limitada de memória consciente, o cérebro tem de “apagar” memórias para dar espaço a outras. Acaba então por enviá-las para o nosso subconsciente, o que nos impede de nos lembrarmos delas de um modo claro e racional. Então, se temos memórias de infância, de adolescência, ou até da semana passada que não recordamos e que influenciam a nossa vida presente, imaginem as memórias que a nossa alma carrega! Sejam elas de vidas passadas ou, em alternativa, dos nossos antepassados, a verdade é que podem influenciar os nossos comportamentos e, consequentemente, as nossas vidas no presente.

Uma hipnose de regressão de idade ou de vidas passadas vai muito para além do conhecimento místico. Permite a cura da nossa alma, da nossa essência. Numa terapia de hipnose de regressão podemos curar anos de bloqueios e atrasos na nossa vida. Trazemos à tona traumas, medos, ou fobias, que, por desconhecimento, supomos vir do exterior, mas que na realidade se situam algures no nosso cérebro.

Experiencie uma mudança profunda em relação aos seus maiores medos e atreva-se a ser dono do seu próprio destino. Se está pronto para esta mudança, contacte o Lado Violeta. Juntos resgataremos o seu eu esquecido!

Cristina Gomes , Terapeuta Holística, Porto – Luxemburgo

https://www.facebook.com/LadoVioleta/

+352 661 337 215