De que está à procura ?

Colunistas

As desculpas russas

© DR

A Rússia nunca foi particularmente sábia a encontrar pretextos para tentar conquistar países vizinhos. Foi a ameaça dos nazis, é a NATO que ia atacar a Crimeia ou era governo ucraniano que era drogado.

Cada uma destas histórias não sobrevive a um confronto com um QI superior a 25, mas isto nem sequer é novo. Já muitas vezes se comparou esta guerra à invasão da Finlândia pela URSS, há sensivelmente 80 anos. Nesse caso, o ataque soviético iniciou-se devido ao incidente de Mainila, assim ficou conhecido.

Basicamente, os soviéticos dispararam contra eles próprios e acusaram a Finlândia. A Finlândia negou veementemente ter sido a autora dos disparos, aliás, propuseram investigação independente sobre o incidente e os soviéticos recusaram. A URSS usou esta encenação estapafúrdia, para declarar guerra e atacar a Finlândia.

Para aqueles lados, muita coisa continua igual.

Cristiano Santos

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.

TÓPICOS