De que está à procura ?

Lisboa
Porto
Faro
Colunistas

As anedotas e a Sexta às 9 da Felgueiras

Todas as semanas, sexta às 9, conta historias com ares de coisa séria..

Digo eu e pode ver-se e ouvir a falta de investigação e contradição…

As opiniões são verdades nas palavras da Felgueiras.

A Senhora Felgueiras confunde o género humano com o Manuel Germano.

E é assim que ela compara a Republica Checa com Portugal. Deve ser por causa do Oceano Atlântico que banha a face ocidental dos 2 paises.

Não, é por causa do rio Tejo que nasce na Boémia ou será o rio Douro que nasce na Silésia?

É por causa do território e da população:

Território: Portugal 92,358 km2 (111° lugar a nível mundial) e a Republica Checa 78,865 (117° a nível mundial). Podia ter sido comparado com a Serbia: 113° a nível mundial, ou a Austria 115°, eram mais próximos!?

Ah, a população: Portugal tem 10,28 milhões (89° lugar mundial) e a Republica Checa tem 10,65 milhões (86° lugar mundial, mas podia ser comparado com a Suécia que tem 10,23 milhões (90° lugar mundial).

Coisas destas e comparações destas têm o rigor de coisa nenhuma porque Portugal existe desde 1143 e a Republica Checa desde 1993, só desde 1993 (quase a mesma coisa).

A Republica Checa é dos países com maior corrupção e ainda não há muito tempo centenas de milhar manifestavam nas ruas de Praga contra o Governo por corrupção.

O Ministro da Saúde Checo faz parte do governo do Primeiro Ministro, Andrej Babis, um dos homens mais ricos e mais postos em causa da Republica Checa onde já foi tudo até do Partido Comunista.

Antes de ser Ministro da Saude, o titular era cantor de Rock, por lá devia ter ficado.

Com o Viktor Orban da Hungria, a República Checa forma a testa de ferro contra a União Europeia, os refugiados…
Eles são o denominado grupo de Visegrado, aos quais se junta a Polónia – um perigo, com excelentes relações com Trump e Bolsonaro!

Em 20 de Março, a República Checa apreendeu as mascaras e outro material que eram destinadas a Itália; exemplo de solidariedade e simpatia?

E é disto que nos fala e compara a brilhante senhora de Felgueiras.

E impressionante comparar onde não há nada para comparar.

Mortos, infectados, testes… eles sabem tudo, percebem pouco.

Misturam o que se não pode misturar.

Em resumo, havia mais historias em Felgueiras, sobre as Felgueiras que valia a pena investigar.

As anedotas tem piada se forem alentejanas.

Mas de Felgueiras, nem bom vento, nem bom casamento.

RTP: O povo paga e eles estão-se nas tintas.

Eduardo Dias

 

Esta publicação é da responsabilidade exclusiva do seu autor.